Plataforma de entregas de ‘última milha’ Liftit recebe aporte de US$ 22,5 mi

GettyImages/ Dougal Waters
GettyImages/ Dougal Waters

A Liftit usa uma plataforma tecnológica hospedada em nuvem que conecta grandes expedidores de carga da América Latina a uma rede de motoristas

A plataforma de entregas de última milha Liftit, com sede na Colômbia, anunciou hoje (8) que recebeu um aporte de US$ 22,5 milhões, sobretudo para ampliar suas operações no Brasil./

A rodada foi liderada pela Cambridge Capital e incluiu International Finance Corporation (IFC), braço de participações do Banco Mundial, Monashees, Jaguar Ventures, NXTP Ventures.

LEIA MAIS: Patrimônio líquido de Jeff Bezos atinge recorde histórico de mais de US$ 180 bilhões

Criada em 2017, a Liftit usa uma plataforma tecnológica hospedada em nuvem que conecta grandes expedidores de carga da América Latina a uma rede de motoristas.

Diferente de plataformas como CargoX e BBM, que conectam caminhoneiros para entregas de grande distância, a Liftit integra veículos menores, com capacidade de até uma tonelada.

A Liftit trabalha com motoristas independentes, mas também está investindo numa rede própria de caminhoneiros, com a qual os entregadores podem montar pequenos negócios.

A companhia chegou a São Paulo há um ano e tem entre os clientes empresas como Lojas Renner e Hortifruti. Após ter estreado no Rio de Janeiro na semana passada, com o aporte a Liftit planeja chegar a Curitiba, Salvador e Florianópolis.

LEIA TAMBÉM: Elon Musk se aproxima de bônus de US$ 1,8 bilhão com rali de ações da Tesla

O movimento acontece no momento em que as medidas de isolamento social têm provocado um salto nas compras por meio do comércio eletrônico no Brasil e no exterior.

“O e-commerce pode dar impulso ao nosso negócio”, disse Brian York, presidente da Liftit. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).