Por que ter presença digital é essencial para as pequenas empresas

 Maskot/Getty Images
Maskot/Getty Images

A quarentena criada pela pandemia de Covid-19 tornou a demanda por serviços online mais evidente para todos os tipos de negócios

Tradicionalmente, as pequenas empresas dependem do tráfego de pedestres e da presença física. Porém, na era da internet (e especialmente na era da Covid-19), as empresas que utilizam ferramentas digitais têm uma vantagem competitiva distinta. Infelizmente, apenas 46% das pequenas empresas norte-americanas têm presença online. Para permitir uma recuperação econômica, esses números precisam mudar.

O coronavírus desenterrou um conjunto de desafios para as pequenas empresas, desde a falta de acesso ao capital até as tensões na prestação de cuidados. Mas essa pandemia também mostrou como a digitalização não é apenas “legal” para os pequenos empresários: deve ser uma parte essencial da estratégia de negócios. O fato é que, à medida que as quarentenas se estendem ou recomeçam em vários lugares, pequenas empresas que priorizam a resiliência digital estarão melhor posicionadas para sobreviver e prosperar.

Leia mais: Forbes promove primeiro webinar sobre Saúde Mental nas empresas. Participe

Felizmente, proprietários de pequenas empresas experientes estão se adaptando à nossa nova realidade virtual. O PayPal relatou 1,7 milhão de novas contas de comerciantes no segundo trimestre de 2020, o triplo do valor que a empresa normalmente adiciona por trimestre. Um relatório recente do Facebook e da Small Business Roundtable constatou que 79% das empresas fizeram alterações em suas operações para acomodar seus clientes durante a pandemia, com 35% expandindo o uso de pagamentos digitais. 56% dos que usam ferramentas online dizem que seus negócios fazem pelo menos metade de suas vendas digitalmente. À medida que a luta contra a Covid-19 continua, as empresas que maximizam as ferramentas online se saem melhor do que aquelas que contam com avenidas tradicionais para alcançar os clientes. De fato, um relatório do Connected Commerce Council constatou que pequenas empresas sem presença pré-existente no comércio eletrônico tinham duas vezes mais chances de fechar temporariamente durante essa crise.

O argumento para digitalizar sua pequena empresa é claro. Primeiramente, a presença online ajuda a alcançar mais clientes. Um relatório recente do eBay descobriu que 96% das pequenas empresas do site estão exportando para clientes internacionais, em comparação com apenas 1% das pequenas empresas dos EUA em geral. Em média, essas pequenas empresas do eBay atingem 17 mercados de exportação diferentes, em comparação com uma média de quatro mercados para aqueles que não usam essa plataforma digital específica. Se você possui um negócio rural em que a base de clientes local é limitada, as plataformas digitais são especialmente úteis para expandir seu alcance.

Mesmo se você estiver localizado em uma área urbana, mais e mais estudos descobrem que os consumidores preferem a facilidade e a conveniência das transações digitais. De acordo com uma pesquisa da Visa, mais de 80% dos consumidores mencionam que ferramentas digitais, como um site fácil de usar ou programa de fidelidade online, são fatores motivadores para decidir onde comprar. Uma presença virtual também permite que sua empresa seja descoberta por clientes em potencial, sejam eles online ou na sua loja física. Ao atualizar perfis no Yelp e outras plataformas, sua empresa se torna exponencialmente mais detectável.

A mesma pesquisa da Visa constatou que 61% dos consumidores planejam aumentar suas compras na internet nos próximos 5 anos, enquanto 78% planejam diminuir ou manter as compras em lojas físicas no mesmo período. Essa mudança para compras online estava ocorrendo mesmo antes da pandemia se enraizar. Imagine como deve ser agora, e pelo próximo ano ou mais.

Como proprietário de uma pequena empresa, você sabe que melhorar a experiência de seus clientes cria lealdade à marca e aumenta a receita. Hoje, essa experiência do cliente nem sempre começa ou termina em sua loja. A empresa de pesquisa eMarketer estima que 25% das compras iniciadas na loja são concluídas online e 25% das compras iniciadas no virtual são concluídas na loja. Ambos os lados da moeda devem ser funcionais, acolhedores e fáceis para os consumidores, para o sucesso ideal de seus negócios.

E também: Trump proíbe WeChat e TikTok nos Estados Unidos

Aproveitar as ferramentas digitais também pode ajudar a reduzir custos. Em um relatório da Deloitte, 22% das pequenas empresas que usam ferramentas digitais disseram que isso ajudou a reduzir os custos operacionais, enquanto 70% relataram um crescimento de receita que poderia ser pelo menos parcialmente atribuído ao uso de ferramentas digitais. A pesquisa da Visa também descobriu que pequenas empresas relataram 57% menos custo médio de processamento de pagamentos digitais, incluindo despesas diretas e mão-de-obra, em comparação com o processamento de pagamentos não digitais. Essa combinação de aumento de receita e redução de custos é uma vantagem para os seus resultados, particularmente bem-vinda durante uma crise de saúde pública e econômica.

É hora de pensar no futuro das ruas de comércio: não apenas como um local físico, mas como um campo de jogo digital. Chegou a hora de os proprietários de pequenas empresas desenvolverem a resiliência digital de suas empresas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).