BP entra em energia eólica offshore após acordo de US$ 1,1 bi com Equinor

iStock
iStock

O negócio inclui o projeto Empire Wind, na costa de Nova York, e o Beacon Wind, em Massachusetts

A BP entrou no mercado de energia eólica offshore hoje (10) ao fechar acordo para comprar uma participação de 50% em dois projetos da norueguesa Equinor nos Estados Unidos por US$ 1,1 bilhão, em um passo significativo da petroleira para atingir suas metas de transição energética.

A empresa britânica de petróleo e gás estabeleceu como meta aumentar sua capacidade de geração de energia renovável em 20 vezes na próxima década, para 50 gigawatts (GW).

LEIA MAIS: BP corta dividendo pela metade após prejuízo recorde

Como parte do negócio, BP e Equinor também formaram uma parceria para desenvolver outros projetos eólicos offshore nos Estados Unidos, disse à Reuters o chefe de gás e energia de baixo carbono da BP, Dev Sanyal.

O negócio inclui o projeto Empire Wind, na costa de Nova York, e o Beacon Wind, em Massachusetts, que juntos podem gerar até 4,4 GW – energia suficiente para mais de duas milhões de residências.

O projeto Empire deve começar a operar em meados desta década, disse o chefe de energias renováveis da Equinor, Pal Eitrheim, à Reuters.

A Equinor será a operadora dos dois projetos e a equipe da BP se juntará nas fases de desenvolvimento e construção como parte da parceria das duas empresas para desenvolver instalações eólicas offshore fixas no fundo do mar e flutuantes, acrescentou.

A Equinor espera registrar ganhos de capital de cerca de US$ 1 bilhão com a transação, disse um executivo da empresa estatal à Reuters.

O negócio de US$ 1,1 bilhão, que não inclui gastos com o desenvolvimento dos ativos, deve ser concluído no início de 2021. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).