GM e Honda formam parceria para desenvolver veículos na América do Norte

Reuters
Reuters

O trabalho de engenharia das montadoras vai começar no início de 2021

A General Motors e a Honda Motor se uniram para produzir uma série de veículos na América do Norte, estreitando seus laços à medida que as montadoras são pressionadas para compartilhar tecnologia e custos para atender à demanda por veículos mais ecológicos.

Sob a aliança, a Honda e a GM pretendem compartilhar plataformas de veículos comuns, incluindo sistemas de propulsão eletrificados e de combustão interna, disse a montadora dos EUA hoje (3).

LEIA MAIS: Honda tem prejuízo de US$ 274,4 milhões no 4º trimestre fiscal

As negociações para planejar o codesenvolvimento começarão imediatamente, com o trabalho de engenharia começando no início de 2021, disse a GM.

A parceria representa uma expansão significativa das colaborações existentes entre as duas empresas em veículos elétricos, na tecnologia de veículos conectados e em células de combustível.

Também representa outro marco na consolidação da indústria automotiva global, à medida que as pressões para reduzir as emissões e fazer a transição para veículos elétricos desgastam o capital e os recursos de engenharia até mesmo dos maiores players do setor.

“No geral, acreditamos que esta aliança ajudaria ambas as empresas a obter economias de custo significativas no desenvolvimento de nossos portfólios de veículos”, disse o presidente da GM, Mark Reuss.

“Especificamente para a GM, a quantidade substancial de dinheiro que economizaríamos como resultado da aliança proposta nos ajudaria a financiar nossa visão de um futuro totalmente elétrico.” (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).