Quanto custa o seguro de 10 dos carros mais caros do Brasil

Divulgação
Divulgação

A Energy Broker tem sob sua gestão R$ 1 bilhão em veículos segurados

Enquanto praticamente todos os setores do Brasil vivenciam momentos difíceis do ponto de vista econômico, o segmento de carros de luxo parece rumar na contramão. Prova disso são as operações de seguro da Energy Broker, que tem sob sua gestão R$ 1 bilhão em veículos segurados. Todos os anos, empresários, executivos de empresas nacionais e multinacionais e profissionais liberais, como médicos, advogados e artistas, procuram a corretora para proteger seus modelos premium – e a pandemia não alterou em nada essa rotina.

Mário Cruz, CEO da empresa, que trabalha em regime de exclusividade com mais de 40 concessionárias e é a corretora oficial de marcas como Lexus, Itatiaia Mercedes-Benz e Comark, diz que os carros super luxo vêm se destacando no portfólio há muito tempo, embora a companhia tenha sido criada há 15 anos com uma proposta mais híbrida. “Há cinco anos, realizamos diversas aquisições e fusões com outras corretoras que já possuíam um público mais específico, como a JR Fernandes, que era uma corretora com presença nas maiores concessionários de luxo do Brasil, e a Oxford, especializada em motos de alta cilindrada.” A partir dessas operações, a empresa consolidou sua atuação no segmento premium de carros e motos – embora também trabalhe com residências, joias e cavalos, por exemplo.

VEJA MAIS: Os 13 carros de luxo mais vendidos no primeiro semestre de 2020 no Brasil

Por acompanhar o setor há tanto tempo, Cruz revela que se surpreendeu com a continuidade dos negócios num momento tão crítico. “Não tivemos crise”, destaca, explicando que, se tudo continuar como está, a expectativa de crescimento da empresa será cumprida. “Queremos ampliar em 30% os valores de bens de luxo e patrimônios segurados e já traçamos um plano completo para atingir essas metas de forma bastante estratégica.”

A pedido da Forbes, a Energy Broker fez um levantamento dos valores de seguro de alguns dos 10 carros mais caros disponíveis hoje no país. Vale lembrar que os preços citados pela corretora são aproximados, uma vez que as apólices variam de acordo com uma série de fatores – inclusive o risco de cada automóvel – e dependem da análise prévia da empresa.

Veja, na galeria de fotos a seguir, o valor do seguro de alguns dos 10 carros novos mais caros hoje no Brasil:

  • BMW M 8/2020

    Valor do carro: R$ 1,1 milhão
    Valor do seguro anual: R$ 28 mil

    Divulgação
  • MERCEDES BENZ G63AMG/2020

    Valor do carro: R$ 1,4 milhão
    Valor do seguro anual: R$ 31 mil

    Divulgação
  • PORSCHE 911 T S COUPE/2020

    Valor do carro: R$ 1,5 milhão
    Valor do seguro anual: R$ 34,5 mil

    Divulgação
  • MERCEDES BENZ GT R/2020

    Valor do carro: R$ 1,6 milhão
    Valor do seguro anual: R$ 35 mil

    Divulgação
  • MC LAREN 570 S/2020

    Valor do carro: R$ 1,9 milhão
    Valor do seguro anual: R$ 57 mil

    Divulgação
  • PORSCHE 911 GT 2/2020

    Valor do carro: R$ 2,3 milhões
    Valor do seguro anual: R$ 50 mil

    Divulgação
  • LAMBORGHINI URUS/2020

    Valor do carro: R$ 2,7 milhões
    Valor do seguro anual: R$ 92 mil

    Divulgação
  • FERRARI 488 PISTA/2020

    Valor do carro: R$ 3,7 milhões
    Valor do seguro anual: R$ 100 mil

    Divulgação
  • FERRARI 812 SUPERFAST/2020

    Valor do carro: R$ 4 milhões
    Valor do seguro anual:R$ 117 mil

    Divulgação
  • LAMBORGHINI AVENTADOR SVJ/2020

    Valor do carro: R$ 7,2 milhões
    Valor do seguro anual: R$ 252 mil

    Divulgação

BMW M 8/2020

Valor do carro: R$ 1,1 milhão
Valor do seguro anual: R$ 28 mil

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).