Consultorias divergem sobre operação Linx-StoneCo

Athit Perawongmetha/Reuters
Athit Perawongmetha/Reuters

A ISS não recomendou aos acionistas da Linx a aquisição da empresa pela StoneCo, enquanto a Glass Lewis é favorável ao negócio

A consultoria de aconselhamento de investidores Institutional Shareholder Services recomendou que os acionistas da Linx votem contra a aquisição da empresa pela StoneCo, enquanto a Glass Lewis é favorável ao negócio, segundo notas aos investidores.

A divergência nas recomendações acontece a menos de duas semanas de assembleia geral extraordinária (AGE) de acionistas da Linx para votar sobre o acordo.

LEIA MAIS: Totvs prorroga proposta de fusão com Linx até 31 de dezembro

Em paralelo, um acionista da Linx entrou com pedido na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) pedindo o adiamento da assembleia de Linx, que está prevista para 17 de novembro, de acordo com fonte a par do processo.

A StoneCo e a fabricante de software Totvs SA travam desde agosto uma disputa pela Linx.

Hoje (5), os papéis da Stone, negociados em Nova York, fecharam em alta de 3,8%, a US$ 61,07, recorde para fechamento, enquanto os papéis da Totvs dispararam 6,6%, a R$ 30,49, também máxima histórica de fechamento. A Linx fechou com acréscimo de 0,9%, a R$ 36,74.

A ISS disse que a Linx não apresentou uma razão estratégica para justificar o negócio, acrescentando que o anúncio da transação ocorreu quando as ações da empresa tinham mais de 20% de queda no ano.

“A oferta não representa um prêmio aos preços anteriores à Covid-19 e parece estar na faixa que as ações eram negociadas em 2019”, escreveu a ISS. A StoneCo ofereceu um prêmio de 34,9% sobre o preço dos papéis antes do anúncio da aquisição.

A ISS compara os múltiplos da Linx com empresas como Totvs, Sinqia e PagSeguro e diz que o preço de oferta da StoneCo implica um desconto em relação aos pares.

Por outro lado, a Glass Lewis recomenda que os acionistas aceitem o acordo com a StoneCo. “O acordo com a StoneCo oferece os mais certeiros e atrativos termos depois de um processo competitivo e altamente publico de venda”, disse a consultoria.

A Glass Lewis acrescentou que a oferta da Totvs tem um valor menor e ainda oferece mais riscos de conclusão. Mesmo assim, a consultoria diz que a Linx deveria manter conversas com a Totvs caso o negócio com a StoneCo não siga adiante. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).