Magazine Luiza compra KaBuM! por R$ 1 bilhão

Plataforma de e-commerce de tecnologia e games registrou 128% de crescimento nas vendas em 2020.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Pixabay
Pixabay

Plataforma de e-commerce de tecnologia e games tem 2 milhões de clientes ativos

Acessibilidade


O Magazine Luiza anunciou hoje (15) acordo para a aquisição da plataforma de e-commerce de tecnologia e games KaBuM!, em operação que prevê o pagamento de parcela à vista de R$ 1 bilhão no fechamento do negócio.

Além do pagamento em recursos financeiros, o acordo prevê a incorporação das ações da KabuM! pelo Magazine Luiza, com a plataforma se tornando uma subsidiária integral da varejista.

LEIA MAIS: Magalu e Deezer transformam sucessos da música em e-commerce de instrumentos

De acordo com o fato relevante da companhia enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), serão emitidos em favor dos acionistas do KaBuM! 75 milhões de ações do Magazine Luiza e bônus de subscrição para subscrever até 50 milhões de ações

Fundado em 2003, o KaBuM! tem 2 milhões de clientes ativos. No ano passado, as vendas cresceram 128% em relação a 2019 e nos primeiros cinco meses de 2021 apresentam alta de 62% ante o mesmo período de 2020.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Nos últimos 12 meses, superou a marca de R$ 3,4 bilhões em receita bruta, com lucro líquido de R$ 312 milhões.

O fechamento da operação depende de condições precedentes, incluindo aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

OFERTA DE AÇÕES

A varejista também anunciou nesta manhã uma oferta primária de ações da ordem de R$ 4,6 bilhões para financiar sua expansão logística e promover investimentos em tecnologia, bem como aquisições estratégicas.

A oferta, que deve ser precificada em 22 de julho, consiste na distribuição inicial de 150 milhões de ações, montante que pode ser acrescido em até 50 milhões de papéis para atender eventual excesso de demanda.

Considerando o preço de fechamento das ações na véspera, de R$ 22,93, e lote adicional de papeis, a oferta soma R$ 4,586 bilhões.

Itaú BBA, BTG Pactual, Bank of America, JPMorgan, Bradesco BBI, Goldman Sachs, Morgan Stanley, Santander Brasil, UBS BB e XP Investimentos são os coordenadores da oferta.

EXPANSÃO LOGÍSTICA

O Magazine Luiza divulgou, ainda, previsões operacionais, sinalizando expansão tanto no número de lojas como em centros de distribuição e unidades logísticas.

No caso de número de lojas, o prognóstico contempla 1.440 unidades em 2021, 1.560 em 2022 e 1.680 em 2023. Para centros de distribuição, prevê 26 neste ano, 30 no próximo e 33 no seguinte. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: