Açúcar bruto cai mais de 2% na ICE; café arábica toca mínima de 6 meses

Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – O açúcar bruto na ICE caiu mais de 2% nesta segunda-feira, com os investidores continuando a reduzir as posições compradas e com o apetite por.

Compartilhe esta publicação:

Por Marcelo Teixeira e Nigel Hunt

Acessibilidade


NOVA YORK/LONDRES (Reuters) – O açúcar bruto na ICE caiu mais de 2% nesta segunda-feira, com os investidores continuando a reduzir as posições compradas e com o apetite por risco prejudicado pelo conflito na Ucrânia e lockdowns na China, enquanto a força do dólar também pesou nos preços das commodities. [MKTS/GLOB]

AÇÚCAR

* O açúcar bruto para julho recuou 0,5 centavo, ou 2,6%, para 18,66 centavos de dólar por libra-peso.

* Operadores disseram que o mercado esperava que o grupo industrial brasileiro Unica divulgasse dados nesta semana sobre a moagem de cana-de-açúcar durante a segunda quinzena de abril.

* A Petrobras elevou os preços do diesel na segunda-feira, mas decidiu não aumentar os preços da gasolina.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

* O açúcar branco para agosto caiu 9,90 dólares, ou 1,9%, para 521,40 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O café arábica para julho perdeu 4,35 centavos de dólar, ou 2,1%, para 2,061 dólares por libra-peso, após cair para mínima de seis meses de 2,0335 dólares.

* Operadores disseram que a fraqueza da moeda do maior produtor Brasil acrescentou à pressão baixista sobre os preços. Um real fraco incentiva os exportadores a vender café a preço de dólar, pois aumenta os retornos em termos de moeda local.

* O café robusta para julho recuou 63 dólares, ou 3,0%, para 2.020 dólares a tonelada.

Compartilhe esta publicação: