Rússia manterá proibição à exportação de sementes de girassol, diz Interfax

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


(Reuters) – A Rússia não removerá sua proibição às exportações de sementes de girassol no final de agosto, informou a agência de notícias Interfax na sexta-feira, citando a primeira vice-ministra da Agricultura, Oksana Lut.

A Rússia proibiu as exportações de sementes de girassol de 1º de abril a 31 de agosto para proteger a oferta doméstica dos produtores de óleo de girassol.

A proibição “não será removida até que haja matéria-prima suficiente para atender nossa capacidade de processamento”, disse Lut, segundo a Interfax.

A Ucrânia e a Rússia são os maiores produtores de óleo de girassol do mundo, com a Índia entre os principais clientes.

(Por Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: