Café arábica cai 2,5% na ICE, açúcar bruto também fecha em baixa

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


NOVA YORK (Reuters) – Os contratos futuros de café arábica fecharam em queda de 2,5% nesta sexta-feira na ICE, após atingirem uma máxima de três meses na sessão anterior, com um clima mais úmido esperado para o maior produtor, o Brasil, enquanto os preços do açúcar bruto também fecharam em queda.

O mercado Londres de açúcar refinado e café robusta ficou fechado na quinta e sexta-feira.

CAFÉ

* O café arábica para julho caiu 5,85 centavos, ou 2,5%, a 2,324 dólares por libra-peso​​, após atingir o maior nível desde fevereiro, a 2,42 dólares na quinta-feira.

* Negociantes disseram que a previsão de chuvas nas áreas de café brasileiras a partir de 8 de junho foi um fator por trás do recuo desta sexta-feira, uma vez que uma seca anterior estava levantando preocupações sobre a situação dos cafezais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

* Eles acrescentaram, no entanto, que o mercado continua bem sustentado por uma oferta apertada.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto de julho caiu 0,06 centavo, ou 0,3%, a 19,29 centavos de dólar por libra-peso.

* Traders disseram que o mercado parecia frágil devido principalmente à boa oferta e à medida que os traders aguardam um possível corte de impostos sobre a gasolina no Brasil, o que pressionaria os preços do etanol e possivelmente resultaria em maior produção de açúcar.

* Fontes do comércio e do governo da Índia acreditam que o país exportará mais 1,5 milhão de toneladas até outubro, quando a nova temporada começar, elevando o total de exportações na atual temporada para 10 milhões de toneladas.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Maytaal Angel)

Compartilhe esta publicação: