Estoques finais de açúcar dos EUA são suficientes apenas para 7,6% da demanda, diz USDA

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Marcelo Teixeira

NOVA YORK (Reuters) – O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) reduziu nesta sexta-feira sua projeção da relação estoque-uso de açúcar, um indicador importante do nível de oferta, para 7,6% para a temporada 2022/23, de 10,1% observados em maio, enquanto as estimativas para a produção nos Estados Unidos caíram.

Isso significa que a quantidade de açúcar que estará disponível nos Estados Unidos no final da safra 2022/23 (outubro – setembro) seria suficiente apenas para 7,6% da demanda total do país, projetada em 12,59 milhões de toneladas curtas.

Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA projetou a produção de açúcar dos EUA em 8,82 milhões de toneladas curtas em 2022/23, abaixo da 9,04 milhões projetado em maio.

O USDA culpou os atrasos no plantio de beterraba como o principal fator por trás da menor produção de açúcar dos EUA.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

REUTERS LM RS

Compartilhe esta publicação: