Importações de fertilizantes do Brasil aumentam 16,5% até maio, diz Cargonave

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – As importações brasileiras de fertilizantes alcançaram 16,64 milhões de toneladas no acumulado do ano até maio, aumento de 16,5% ante o volume adquirido em igual período de 2021, conforme dados da agência marítima Cargonave divulgados nesta sexta-feira.

O avanço ocorre em momento de incerteza sobre a oferta global de adubos, diante de sanções ocidentais contra Rússia e Belarus –dois dos principais fornecedores– pela guerra contra a Ucrânia, e com importadores antecipando compras para garantir ofertas.

Nos cinco primeiros meses do ano passado, o Brasil adquiriu 14,28 milhões de toneladas do insumo, de acordo com o levantamento.

Em maio, os desembarques totais de fertilizantes pelo Brasil, que importa mais de 85% de suas necessidades, ficaram em 3,36 milhões de toneladas, cerca de 15 mil toneladas acima do mesmo período de 2021.

A matéria-prima mais importada em 2022 foi o potássio, com 5,52 milhões de toneladas, seguida pela ureia, com 2,33 milhões, e pelo fosfato monoamônico (MAP), cujas importações chegaram a 1,67 milhão de toneladas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

(Por Nayara Figueiredo)

Compartilhe esta publicação: