Preços da colza e semente de girassol da UE caem com melhora da oferta

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


PARIS (Reuters) – Os preços da colza e de sementes de girassol na União Europeia devem cair em 2022/23 em relação aos altos níveis desta temporada, refletindo maiores safras projetadas e importações contínuas da Ucrânia, disse a consultoria Strategie Grains.

Os futuros de colza na Euronext atingiram recorde histórico este ano, à medida que a invasão da Ucrânia pela Rússia agravou as tensões relacionadas à oferta nos mercados globais de oleaginosas e óleos vegetais.

Para a colza, o preço médio em Hamburgo pode chegar a cerca de 665 dólares a tonelada em 2022/23, o que representaria uma queda de 160 dólares, ou de quase 20%, em comparação com 2021/22, disse a Strategie Grains em um relatório mensal.

A consultoria elevou sua previsão para a colheita de colza da UE deste ano para 18,3 milhões de toneladas, ante 18,2 milhões projetados um mês atrás. O volume ficaria quase 8% acima da safra do ano passado.

A revisão para cima refletiu boas perspectivas de rendimento na República Tcheca e nos países bálticos, bem como aumento nas estimativas de área para Suécia e França, disse, em relatório.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A consultoria reduziu sua projeção dos estoques de colza da UE no final de 2022/23 devido à falta de competitividade das importações canadenses e à expectativa de aumento do esmagamento de colza, já que as margens permanecem atrativas.

Mas os estoques de colza da UE ainda ficariam menos apertados do que na temporada atual, enquanto os suprimentos de óleo de colza ficariam equilibrados devido à desaceleração da demanda por biodiesel, disse.

Para a semente de girassol, a Strategie Grains prevê que os preços médios na França em 2022/23 cairiam 12% ano a ano, cerca de 600 euros por tonelada.

A consultoria manteve sua previsão para a safra de sementes de girassol da UE em 2022 em 10,9 milhões de toneladas, 5% acima do nível de 2021 e um novo recorde.

A manutenção da previsão para a colheita refletiu um aumento na área estimada que foi compensado por um corte no rendimento, principalmente na Espanha após a seca, disse a Strategie Grains.

Os suprimentos da UE já foram reforçados pelas importações de sementes de girassol a preços competitivos da Ucrânia na última parte da temporada 2021/22, acrescentou.

As exportações totais da Ucrânia caíram acentuadamente devido ao fechamento de seus portos marítimos, mas os dados comerciais da UE mostraram que volumes significativos de sementes e óleo de girassol ucranianos continuaram a chegar ao bloco.

(Por Gus Trompiz)

Compartilhe esta publicação: