Preços do café sobem no Vietnã com oferta apertada

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Phuong Nguyen e Mas Alina Arifin

HANÓI/BANDAR LAMPUNG (Reuters) – Os preços domésticos do café do Vietnã subiram na quinta-feira em relação à semana anterior, após um aumento nos futuros do robusta na ICE e oferta doméstica limitada, enquanto os estoques continuaram a se acumular na Indonésia, disseram traders.

Agricultores do Planalto Central, a maior área de cultivo de café do Vietnã, venderam café por 41.400-43.100 dongs (1,78-1,86 dólar) por quilo, acima dos 40.600-41.700 dongs da semana passada.

O contrato de setembro do robusta em Londres fechou em alta de 29 dólares, ou 1%, a 2.139 dólares por tonelada na quarta-feira.

“Os preços domésticos estão mais altos esta semana após um aumento nos preços globais e estoques limitados no final da safra”, disse um trader do cinturão de café.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“As condições climáticas em geral são favoráveis ​​para as árvores, mas inundações foram registradas em alguns lugares em Daklak na semana passada”, acrescentou o trader.

Traders do Vietnã ofereceram grãos robusta com desconto de 230 a 240 dólares por tonelada ante a bolsa de Londres, em comparação com a faixa de 250-270 dólares da semana passada.

As exportações de café do Vietnã devem aumentar 24,2% nos primeiros cinco meses deste ano, em relação ao ano anterior, para 889.000 toneladas, mostraram dados do governo.

Traders da província de Lampung, na Indonésia, ofereceram grãos robusta de Sumatra com desconto de 170 a 180 dólares ante o contrato de julho e 250 ante o setembro.

Os preços estão pressionados na Indonésia com novos suprimentos da safra em andamento, embora os exportadores estejam enfrentando forte concorrência de compradores locais.

Compartilhe esta publicação: