Safra de trigo do Rio Grande do Sul deve crescer 12,5% em 2022, prevê Emater

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


SÃO PAULO (Reuters) – O Rio Grande do Sul poderá colher uma das maiores safras de trigo da história em 2022, com aumento de 12,5% na produção estimada, para 3,99 milhões de toneladas, projetou nesta terça-feira a Emater, órgão vinculado à Secretaria da Agricultura do Estado.

Com a safra em época de início de plantio, a Emater projetou uma área plantada de 1,4 milhão de hectares, alta de 15% ante a temporada passada, diante de bons preços para o cereal, que já sinalizavam um crescimento importante do cereal no Estado, segundo analistas.

As produtividades iniciais usadas na estimativa são baseadas na tendência apresentada pelas médias registradas ao longo dos últimos dez anos.

Caso uma produção de 4 milhões de toneladas do Rio Grande do Sul seja confirmada, poderia ajudar a reduzir a necessidade de importação do país, gerando também volumes de exportação. O Paraná, outro grande produtor do Brasil, tem expectativa de grande safra, próxima a 4 milhões de toneladas.

(Por Roberto Samora)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: