Traders elevam compras de arroz indiano após proibição do trigo, dizem fontes

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Rajendra Jadhav

MUMBAI (Reuters) – A proibição surpresa da Índia às exportações de trigo levou os comerciantes de arroz a aumentar as compras e fazer pedidos incomuns para entregas com prazos mais longos, temendo que o maior exportador de arroz do mundo também possa restringir esses embarques, disseram quatro exportadores à Reuters.

Nas últimas duas semanas, os comerciantes assinaram contratos para exportar 1 milhão de toneladas de arroz para embarques de junho a setembro e estão abrindo cartas de crédito (LCs) rapidamente após assinar acordos para garantir que a quantidade contratada seja enviada mesmo que a Índia restrinja as exportações, disseram as pessoas.

Essas compras futuras somam-se a cerca de 9,6 milhões de toneladas de arroz já embarcadas para fora da Índia este ano –em linha com os embarques recordes de 2021– e podem reduzir a quantidade de grãos disponível para outros compradores durante os próximos meses, à medida que os cronogramas de carregamento forem preenchidos.

“Os comerciantes internacionais fizeram pré-reserva para os próximos três a quatro meses e todos abriram LCs para garantir a continuidade dos negócios”, disse Himanshu Agarwal, diretor executivo da Satyam Balajee, maior exportador de arroz da Índia.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Normalmente, os comerciantes assinam acordos para o mês atual e o próximo.

Restrições às exportações de trigo no mês passado levaram à especulação de que a Índia também poderia limitar os embarques de arroz, embora autoridades do governo tenham dito que a Índia não planeja a medida porque tem estoques de arroz suficientes e os preços locais são mais baixos do que os preços de suporte estabelecidos pelo Estado.

Os compradores estrangeiros estão procurando arroz indiano por ser muito mais barato que os rivais, disse B.V. Krishna Rao, presidente da All India Rice Exporters Association.

A Índia exportou um recorde de 21,5 milhões de toneladas de arroz em 2021, em comparação com as exportações combinadas de 12,4 milhões de toneladas do Vietnã e da Tailândia.

(Por Rajendra Jadhav; reportagem adicional de Naveen Thukral em Cingapura)

Compartilhe esta publicação: