Anec eleva projeções de exportação de soja e milho do Brasil em julho

Se confirmada, a expectativa dos navios nos portos representará mais que o dobro do volume embarcado em julho do ano passado

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Carregamento de soja

Acessibilidade


As exportações de milho do Brasil devem alcançar 6,25 milhões de toneladas em julho, estimou a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec), com um avanço ante os 5,38 milhões projetados na semana anterior.

Se confirmada, a expectativa baseada na programação dos navios nos portos representará mais que o dobro do volume embarcado em julho do ano passado, de 3,04 milhões de toneladas, quando a segunda safra foi atingida por seca e geadas.

Na atual temporada, o plantio acelerado de milho deve permitir que o país colha uma segunda safra histórica do cereal, ampliando a disponibilidade de grãos para embarque.

Para a soja, a Anec também elevou sua projeção para exportação em julho, de 6,536 milhões de toneladas para 7,956 milhões.

A associação vê ainda as vendas externas de farelo de soja em 2,173 milhões de toneladas para este mês, contra 1,926 milhão na semana passada.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: