Colheita de café do Brasil atinge quase metade da safra

Levantamento da consultoria Safras & Mercado foi divulgado hoje (7)

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Plantação de café
Wenderson Araujo_CNA

Percentual indica colheita já realizada de 29,54 milhões de sacas.

Acessibilidade


A colheita de café do Brasil atingiu 48% do total projetado até a última terça-feira (5), avanço de nove pontos percentuais na comparação com a semana anterior com um tempo seco favorecendo, mas ainda está atrasada ante a temporada passada e a média histórica para o período, de acordo com levantamento da consultoria Safras & Mercado divulgado hoje (7).

Esse percentual indica colheita já realizada de 29,54 milhões de sacas, tomando por base a estimativa da Safras para a produção de café do Brasil, de 61,1 milhões de sacas.

Na mesma época do ano passado, produtores tinham feito a colheita de 54% da safra, enquanto a média histórica é de 58%.

“O clima mais seco, a elevação do percentual de maturação das lavouras e um melhor equacionamento de mão de obra justificam a melhora nos trabalhos”, disse consultor de Safras & Mercado, Gil Barabach, em nota.

“Apesar disto, a oferta segue curta”, assinalou.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A colheita de arábica alcançou 40% da safra, ligeiramente abaixo dos 42% de igual época do ano passado. “A ideia preliminar é um perfil de qualidade muito bom, tanto de bebida como percentual de peneira”, disse Barabach.

Os trabalhos com conilon chegam a 63% do potencial da safra, ainda bem abaixo dos 73% em igual época do ano passado.

A safra maior, a demora na maturação e a dificuldade com mão de obra explicam o ritmo mais lento dos trabalhos, segundo o consultor.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: