Conheça Pavel Durov, o homem por trás do Telegram

"Mark Zuckerberg da Rússia" vê seu aplicativo crescer no Brasil com as proibições do WhatsApp.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Pavel Durov, fundador do Telegram e do VK (Getty Images)

Pavel Durov, fundador do Telegram e do VK (Getty Images)

Acessibilidade


Interrompa-nos se você já ouviu isto antes: um estudante universitário cria uma rede social, fica rico e começa a irritar um monte de gente poderosa. A única diferença é que esta versão se passa na Rússia.

RANKING: 20 maiores bilionários de tecnologia

Em 2006, Pavel Durov fundou a VKontakte (conhecida como VK), que é hoje a maior rede social com sede na Europa, e tem mais de 350 milhões de usuários registrados. Durov disse que foi expulso da empresa em 2014, após se enrolar com o governo de Vladimir Putin em questões de censura.

Naquela altura, ele já estava trabalhando em sua próxima criação no ramo de mídias sociais, o aplicativo de mensagens criptografadas Telegram, que tem mais de 100 milhões de usuários — inclusive membros do Estado Islâmico, que estabeleceram inúmeros canais secretos e um help desk para ajudar a evitar a vigilância.

BRASIL: 31 maiores bilionários brasileiros

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em abril, com o bloqueio do WhatsApp no Brasil, o aplicativo chegou a ser o mais baixado no país. Caso o pedido da Justiça do Rio de Janeiro na tarde desta terça-feira (19) se mantenha, é provável que atinja o posto mais uma vez.

Veja a seguir a comparação entre Durov e Mark Zuckerberg:

Zuck-x-Pavel-rep

Compartilhe esta publicação: