O que pais mentalmente fortes não fazem

Certas experiências proporcionam vidas significativas e de sucesso para os filhos

Amy Morin
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Certas experiências proporcionam vidas significativas e de sucesso para os filhos

Acessibilidade


Criar crianças emocionalmente e psicologicamente fortes, preparadas para enfrentar os desafios do mundo real, exige que os pais desistam do estilo – ainda popular – que desencoraja uma mente sólida.

LEIA MAIS: 3 mitos que pais com trabalho remoto querem derrubar

É claro que ajudar as crianças a fortalecerem os músculos mentais não é fácil – exige que os pais sejam mentalmente fortes também. Perceber que elas passam por dificuldades, encorajá-las a enfrentarem seus medos e responsabilizá-las por seus erros é difícil. Contudo, são os tipos de experiências que as crianças precisam para alcançar seu melhor potencial.

Veja, na galeria de fotos abaixo, o que pais que treinam os cérebros de seus filhos para uma vida de significado, felicidade e sucesso, evitam:

  • Getty Images

    1. Eles não toleram a mentalidade de vítima

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    Ser retirado do time de futebol ou reprovar em uma matéria não faz do seu filho uma vítima. Rejeição, falha e injustiça fazem parte da vida. Em vez de permitir que as crianças tenham pena de si mesmas ou exagerem sua falta de sorte, pais mentalmente fortes as encorajam a transformar seus obstáculos em força. Eles as ajudam a identificar caminhos para que fiquem otimistas, apesar das circunstâncias.

  • Getty Images

    2. Eles não agem pela culpa

    O sentimento de culpa pode levar a uma longa lista de atitudes não saudáveis, como voltar atrás depois de dizer “não” várias vezes ou mimar a criança no Natal. Pais mentalmente fortes sabem que, embora sentir-se culpado seja desconfortável, é algo tolerável. Eles se recusam a deixar que seus sentimentos interfiram nas decisões sábias.

  • Getty Images

    3. Eles não tornam o filho o centro do universo

    Pode ser tentador fazer sua vida girar em torno do seu filho, mas as crianças que pensam que são o centro do universo crescem para ser egocêntricos e esnobes. Pais mentalmente fortes ensinam seus filhos a se concentrarem no que têm para oferecer ao mundo.

  • Getty Images

    4. Eles não permitem que o medo dite suas escolhas

    Manter seu filho em uma bolha protetora pode poupá-lo de muita ansiedade. Mas manter as crianças muito seguras também prejudica o seu desenvolvimento. Os pais mentalmente fortes veem-se como guias, não protetores. Eles permitem que seus filhos saiam para o mundo e experimentem a vida, mesmo que isso às vezes possa parecer algo assustador.

  • Getty Images

    5. As crianças não têm poder sobre eles

    Crianças que decidem o que a família vai comer no jantar ou como passar os fins de semana têm muito poder. Tornar-se igual – ou até mesmo o chefe – não é saudável para as crianças. Os pais mentalmente fortes as capacitam a fazer escolhas apropriadas e ainda mantêm uma hierarquia clara.

  • Getty Images

    6. Eles não esperam a perfeição

    Altas expectativas são saudáveis, mas esperar muito de crianças pode ser um tiro pela culatra. Pais mentalmente fortes reconhecem que seus filhos não vão se sobressair em tudo o que fizerem. Em vez de encorajá-los a serem melhores do que todos os outros, concentre-se em ajudá-los nas melhores versões de si mesmos.

  • Getty Images

    7. Eles não deixam que os filhos evitem as responsabilidades

    Você não vai ver um pai mentalmente forte dizendo coisas como: “Eu não quero sobrecarregar meus filhos com tarefas. As crianças devem ser apenas crianças”. Eles esperam que os filhos se arrisquem e aprendam as habilidades necessárias para se tornarem cidadãos responsáveis. Esses pais ensinam as crianças a assumir, de forma proativa, as responsabilidades por suas escolhas e atribuem deveres apropriados à idade.

  • Getty Images

    8. Eles não afastam seus filhos da dor

    É difícil ver crianças com sentimentos feridos ou ansiedade. Mas elas precisam de prática e experiência em primeira mão para tolerar o desconforto. Pais mentalmente fortes fornecem aos filhos o apoio e a ajuda que precisam para lidar com a dor. Assim, seus filhos ganham confiança em sua capacidade de lidar com o que as dificuldades representam.

  • Getty Images

    9. Eles não se sentem responsáveis pelas emoções de seus filhos

    Pode ser tentador querer alegrar seus filhos quando eles estão tristes ou acalmá-los quando estão com raiva. Mas regulamentar as emoções das crianças impede que ganhem habilidades sociais e emocionais. Os pais mentalmente fortes ensinam as crianças a serem responsáveis por suas próprias emoções, para que não dependam dos outros.

  • Getty Images

    10. Eles não impedem que seu filho cometa erros

    Se seu filho responde algumas perguntas erradas na lição de casa de matemática ou se esquece de levar as chuteiras para o treino de futebol, lembre-se que os erros podem ser os melhores professores da vida. Pais mentalmente fortes deixam seus filhos errar – e permitem que eles enfrentem as consequências naturais de suas ações.

  • Getty Images

    11. Eles não confundem disciplina com punição

    Punição é fazer as crianças sofrerem por seus erros. Disciplina é ensiná-los a fazer melhor no futuro. E, enquanto os pais mentalmente fortes atribuem consequências, seu objetivo final é ensinar os filhos a desenvolverem a autodisciplina que precisarão para fazer melhores escolhas no caminho.

  • Getty Images

    12. Eles não tomam atalhos para evitar desconforto

    Acabar desistindo de algo quando a criança chora ou fazer as tarefas de seus filhos no lugar deles são atitudes rápidas e fáceis de executar. Mas esses atalhos ensinam hábitos insalubres. É preciso força mental para lidar com o desconforto e evitar esses atalhos tentadores.

  • Getty Images

    13. Eles não perdem seus valores de vista

    No mundo acelerado de hoje, é fácil se perder na rotina da lição de casa, tarefas e práticas esportivas. Esses horários agitados – combinados com a pressão para parecer pai do ano em redes sociais – acaba resultando na falta de foco sobre o que é realmente importante na vida. Pais mentalmente fortes conhecem seus valores e se asseguram de que a família viva de acordo com eles.

Getty Images

1. Eles não toleram a mentalidade de vítima

Ser retirado do time de futebol ou reprovar em uma matéria não faz do seu filho uma vítima. Rejeição, falha e injustiça fazem parte da vida. Em vez de permitir que as crianças tenham pena de si mesmas ou exagerem sua falta de sorte, pais mentalmente fortes as encorajam a transformar seus obstáculos em força. Eles as ajudam a identificar caminhos para que fiquem otimistas, apesar das circunstâncias.

 

Compartilhe esta publicação: