Anya Taylor-Joy e o poder medicinal da criatividade

Atriz conta como percebeu que ser criativa era a sua melhor terapia.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reprodução

Atriz conta como percebeu que ser criativa era a sua melhor terapia

Acessibilidade


A estrela de filmes de terror e Under 30 Anya Taylor-Joy, 22 anos, conta que, quando criança, brigava com a questão de identidade até que percebeu que ser criativa era a melhor terapia e o melhor caminho para se expressar.

 

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: