Barry Callebaut lança categoria de produtos que utilizam 100% do cacau


Resumo:

  • Segundo o CEO da Barry Callebaut, Antoine de Saint-Affrique, até então apenas os grãos do cacau eram usados para a produção do chocolate;
  • A nova categoria de produtos da empresa é sustentável e terá, além de chocolate, itens como farinha e água de cacau.
  • O lançamento oficial está programado para maio do ano que vem.

A Barry Callebaut, maior produtora de chocolates do mundo, anunciou o lançamento de uma nova categoria de produtos que utiliza 100% do fruto do cacau em sua composição. A linha, batizada de Cacaoexperience, está sendo produzida e desenvolvida na América Latina e abrange chocolates e também itens inusitados como farinha, água de cacau e suco.

“Até então, o cacau era o único fruto do mundo de onde se tirava os grãos e descartava a fruta”, declara o CEO da empresa, Antoine de Saint-Affrique. A nova categoria, assim como aconteceu há cerca de dois anos quando a empresa belga lançou o chocolate ruby (de coloração rosa natural) também promete revolucionar o mercado.

Alinhados com o movimento do mercado e novas gerações como millenials, a marca buscou um produto que fosse mais sustentável, correto e saudável. Para isso, está trabalhando em parceria com as fazendas em um trabalho contínuo de capacitação e mudanças do formato atual.

“Nós abrimos um mundo novo. A categoria abrange produtos diversos: uma versão é mais aveludada, a outra é mais forte. É a revelação da força da natureza”, comenta Saint-Affrique. No momento, o Cacaoexperience está disponível para 30 chefs selecionados, que não tiveram nomes revelados. Ele também é ingrediente de um produto desenvolvido em parceria com a Mondelez, batizado de CaPao, à venda apenas para o mercado norte-americano. O lançamento oficial acontece em 20 de maio de 2020.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).