Cargill e PTTGC construirão fábrica de biopolímeros de US$ 600 milhões na Tailândia

Previsto para 2024, o complexo ajudará a atender à crescente demanda mundial por materiais sustentáveis

Redação
Compartilhe esta publicação:
Santiago Urquijo/Getty Images
Santiago Urquijo/Getty Images

Novo complexo da Cargill ajudará a atender à demanda por materiais sustentáveis ao produzir 75 mil toneladas de biopolímeros por ano

Acessibilidade


A gigante norte-americana do agronegócio Cargill e a tailandesa PTT Global Chemical anunciaram hoje (10) que vão construir uma unidade de produção de biopolímeros na Tailândia a um custo de mais de US$ 600 milhões.

A fábrica será construída por meio da NatureWorks, joint venture das empresas, e ajudará a atender à crescente demanda por materiais sustentáveis, disse a PTTGC em comunicado.

VEJA TAMBÉM: Cargill e Continental Grain compram a Sanderson Farms por US$ 4,5 bilhões

O complexo utilizará anualmente cerca de 110 mil toneladas de açúcar provenientes de agricultores tailandeses, e terá uma capacidade anual de 75 mil toneladas de biopolímeros. As operações deverão começar em 2024.

Seus produtos poderão ser utilizados na produção de máscaras de higiene, panos de limpeza e embalagens para alimentos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O investimento ocorre menos de um mês depois de a PTTGC ter anunciado a aquisição da fabricante alemã de resinas de revestimento Allnex por US$ 4,75 bilhões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação:

Matérias Relacionadas