Lucro líquido da AES Brasil recua 76,9% no 2º trimestre com impacto da crise hídrica

A administração da empresa aprovou a distribuição de R$ 24,2 milhões em dividendos intermediários relativos ao período.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


A elétrica AES Brasil registrou lucro líquido de R$ 27,5 milhões no segundo trimestre de 2021, queda de 76,9% em relação a igual período do ano passado, informou a companhia ontem (4), citando pressões relacionadas à crise hídrica enfrentada pelo Brasil.

O Ebtida (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, na sigla em inglês) da controlada da norte-americana AES Corp recuou 6,6% no período, para R$ 257 milhões, também afetado pelos impactos do cenário hídrico adverso especialmente na região Sudeste/Centro-Oeste, onde a empresa opera suas hidrelétricas.

Além disso, a administração da AES Brasil aprovou a distribuição de R$ 24,2 milhões como dividendos intermediários relativos ao segundo trimestre, que correspondem à 88% de ‘payout’ em relação ao lucro líquido e ‘dividend yield’ de 3,2% (nos últimos 12 meses).

A data base para o direito ao recebimento de dividendo (record date) será no dia 09 de agosto de 2021 e as ações de emissão da companhia passarão a ser negociadas “ex-dividendos” a partir do dia 10 de agosto. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: