Wall Street abre perto da estabilidade com Ômicron ainda no radar

O dólar opera em leve queda de 0,15%, negociado a R$ 5,7304.

Compartilhe esta publicação:

Matteo Colombo/Reuters

Acessibilidade


As bolsas de Nova York abriram hoje (22) próximas à estabilidade, em dia sem grandes catalisadores para os mercados acionários globais diante da proximidade dos feriados de final de ano e dos ganhos firmes de ontem (21).

O Departamento do Comércio informou hoje que o PIB (Produto Interno Bruto) dos EUA cresceu a uma taxa anualizada de 2,3% durante os meses de julho a setembro, contra estimativa de economistas de 2,1%. Essa foi a terceira e última revisão do dado. Também foi divulgado o índice de preços dos gastos com consumo, que cresceu 5,3% no terceiro trimestre.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Às 12h00 de Brasília, o Dow Jones caía 0,08%, a 35,465 pontos; o S&P 500 ganhava 0,06%, a 4,651 pontos; e o Nasdaq avançava 0,16%, a 15,365 pontos.

Por outro lado, investidores seguem atentos a quaisquer notícias sobre a variante Ômicron, em meio à adoção de medidas mais duras para conter o avanço da Covid-19 em países europeus. Cientistas do NICD (National Institute of Communicable Diseases) dizem que o epicentro da variante na África do Sul já deixou o pico de infecções para trás.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O dólar opera em leve queda de 0,15%, negociado a R$ 5,7304. O dia promete ser de menor liquidez à medida que o Natal se aproxima, com investidores analisando a aprovação do Orçamento de 2022.

Compartilhe esta publicação: