Petrobras paga recorde de R$ 54,5 bi em royalties e participações especiais em 2021

O montante representa um aumento de cerca de 70% ante 2020 e de 36% frente a 2019.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Sergio Moraes/Reuters
Sergio Moraes/Reuters

Os royalties incidem sobre o valor da produção do campo de petróleo ou gás e são pagos mensalmente, como compensação financeira devida pelas concessões de exploração e produção

Acessibilidade


A Petrobras anunciou hoje (18) que pagou no ano passado R$ 54,5 bilhões em royalties e participações especiais ao governo federal, Estados e municípios. Este é o maior valor anual já contabilizado pela empresa.

O montante representa um aumento de cerca de 70% ante 2020 e de 36% frente a 2019, ano do recorde anterior, de R$ 39,9 bilhões. A arrecadação de royalties e participações especiais no setor de petróleo como um todo cresceu 65% em 2021.

“Esses valores expressivos demostram que as atividades da Petrobras geram retorno não só para a companhia, mas para a sociedade como um todo”, disse em nota.

A Petrobras é a principal empresa pagadora de royalties e participações especiais aos cofres públicos brasileiros. Nos últimos cinco anos, as cifras vêm aumentando – a de 2021 foi 285% maior do que a paga em 2016, ressaltou a estatal.

Leia mais: Petrobras faz acordo para pagar R$ 559 milhões em royalties de unidade de xisto

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os royalties incidem sobre o valor da produção do campo de petróleo ou gás e são pagos mensalmente, como compensação financeira devida pelas concessões de exploração e produção.

Já a participação especial é uma compensação financeira extraordinária devida pelos concessionários que atuam em campos de grande volume de produção.

Compartilhe esta publicação: