10 cargos com os maiores aumentos salariais nos EUA

Pesquisa indica que, apesar do incremento, alguns deles possuem as piores remunerações.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Os salários variam de acordo com o tipo de trabalho. Isso muda, frequentemente, de acordo com a demanda, ou seja, depende do número de posições em aberto e da quantidade de pessoas qualificadas disponíveis para preenchê-las.

Acessibilidade


VEJA TAMBÉM: 10 cidades com o custo de vida mais alto e mais baixo do mundo

Um novo relatório sobre aumentos salariais foi divulgado na última semana com base nas informações da Glassdoor.com, plataforma de busca de empregos e empresa de avaliação de remuneração com 32 milhões de análises e classificações sobre 700.000 empresas em 109 países.

O estudo – que cobriu as médias salariais de 10 grandes áreas metropolitanas dos Estados Unidos e levou em consideração os valores pagos entre junho de 2016 e junho de 2017 – concluiu que a taxa de crescimento total dos salários nos Estados Unidos desacelerou e, pela primeira vez em três anos, a inflação ultrapassou o crescimento da remuneração.

LEIA MAIS: Estudo revela ranking dos países com as melhores reputações do mundo em 2017

De acordo com o levantamento, o salário base médio anual do país está em US$ 51.324. “Poucos ganham essa média. A maioria recebe um salário compatível com as especificidade do seu trabalho e da cidade onde atua”, explica Andrew Chamberlain, economista chefe da Glassdoor. “Ao mesmo tempo em que constatamos uma redução nos aumentos salariais nas áreas em que a automação pode ser utilizada, observamos um forte crescimento da remuneração para certos trabalhos com maior demanda, assim como salários constantes e acima da média para muitas funcionários do varejo, tecnologia, assistência médica e empregos de serviços profissionais.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O cargo com o mais rápido crescimento de salário ao longo do último ano é o de recrutador – o profissional encarregado de analisar e selecionar currículos e fazer as recomendações sobre qual candidato contratar para determinada vaga. Recrutadores podem trabalhar para empresas ou atuarem como consultores temporários para ajudá-las a preencher posições em aberto ou procurar novos talentos. Ao longo dos 12 meses analisados pelo estudo, o salário dos recrutadores aumentou 8,4%. A base média anual para esta função é de US$ 51.585.

E MAIS: Os 25 Melhores CEOs do Brasil

Também no topo da lista dos empregos com os mais rápidos aumentos de salário está o barista – a pessoa que faz o seu café ou cappuccino, trabalhando em meio ao vapor de máquinas de espressos e ao barulho de copos. O cargo – cuja remuneração está em US$ 24.593 por ano – aumentou 7,7% nos 12 meses da pesquisa.

Em terceiro lugar, aparecem os cozinheiros de restaurantes, que faturam pouco mais de US$ 29.000 por ano e registraram aumento de 7,2% na comparação com o período anterior. “Os baristas e cozinheiros foram contemplados com os maiores aumentos, porém eles têm os trabalhos com os salários mais baixos do nosso rastreamento”, afirma Chamberlain. “É provável que o recente aumento nos salários-mínimos nas cidades e estados do país tenham contribuído para o crescimento que o relatório mostra para estes empregos,” completa.

Veja, na galeria de fotos, os 10 cargos cujos salários mais aumentaram em um ano:

  • Reprodução/Forbes

    10. Motorista de delivery

    Crescimento 2016-2017: 4,3%
    Base salarial média: US$ 38.660

  • Reprodução/Forbes

    9. Técnico de farmácia

    Crescimento 2016-2017: 4,5%
    Base salarial média: US$ 30.696

  • Reprodução/Forbes

    8. Trabalhador de serviços de manutenção

    Crescimento 2016-2017: 4,8%
    Base salarial média: US$ 44.018

  • Reprodução/Forbes

    7. Técnico de almoxarifado

    Crescimento 2016-2017: 4,9%
    Base salarial média: US$ 41.442

  • Reprodução/Forbes

    6. Caixa de banco

    Crescimento 2016-2017: 6,2%
    Base salarial média: US$ 28.870

  • Reprodução/Forbes

    5. Gerente de atendimento ao cliente

    Crescimento 2016-2017: 6,4%
    Base salarial média: US$ 54.054

  • Reprodução/Forbes

    4. Ajustador de reivindicações

    Crescimento 2016-2017: 6,6%
    Base salarial média: US$ 51.320

  • Reprodução/Forbes

    3. Cozinheiro de restaurante

    Crescimento 2016-2017: 7,2%
    Base salarial média: US$ 29.025

  • Reprodução/Forbes

    2. Barista

    Crescimento 2016-2017: 7,7%
    Base salarial média: US$ 24.593

  • Reprodução/Forbes

    1. Recrutador

    Crescimento 2016-2017: 8,4%
    Base salarial média: US$ 51.585

Reprodução/Forbes

10. Motorista de delivery

Crescimento 2016-2017: 4,3%
Base salarial média: US$ 38.660

Compartilhe esta publicação: