Como reagir a um mau começo de entrevista

Khuankaew/GettyImages
Tenha em mente que, mesmo se preparando muito bem, você ainda pode tropeçar

Resumo

  • Erros fazem parte dos processos. Seguir para as próximas etapas como se eles não existissem pode refazer sua primeira impressão;
  • Processos seletivos com diferentes entrevistadores ajudam a quebrar preconceitos iniciais;
  • Realizar as etapas seguintes com total dedicação e confiança é essencial para um bom resultado;

Ninguém está a salvo de um começo ruim. Tomemos eu e o golfe como exemplo. Raramente jogo, e o primeiro tee conquistado é uma grande razão para eu não querer parar mais.

VEJA TAMBÉM: Como abordar suas falhas em uma entrevista de emprego

Mas, lá no fundo, eu odeio o primeiro tee, pois as chances de eu ser atingido por um raio são maiores do que eu acertar o buraco na primeira tacada. Normalmente, prefiro que minha tacada vá em direção a um grupo de árvores, pois, mesmo se eu quisesse fazer uma jogada diferente, a bola acabaria indo na direção do buraco de outro jogador.

Para mim, também é difícil superar o trauma de um começo terrível. Mesmo quando eu acerto a tacada no início, pergunto-me por que me faço passar por todo esse medo de errar novamente. E os próximos 17 buracos são mais do mesmo.

Mentalmente forte, porém, isso não significa que eu não possa me recuperar na partida.

Aumente suas chances de começar a entrevista de emprego com o pé direito

GettyImages
Se você quer impressionar em uma entrevista, é preciso se preparar

Antes de mais nada, o melhor caminho é se preparar.

Se você quer impressionar em uma entrevista, é preciso se preparar intensamente. Estudar a empresa, o mercado e os concorrentes causará uma boa impressão em seus entrevistadores. É possível dizer quais candidatos se preparam e aqueles que apenas deram uma olhada na página da companhia minutos antes do processo seletivo.

E AINDA: 5 dicas para causar boa impressão na entrevista

Você pode simular perguntas que foram feitas a você em entrevistas anteriores; roteirizar entre 20 e 30 pontos da sua carreira dos quais mais se orgulha, e assim garantir um começo com o pé direito.

Ainda assim, o início pode ser ruim e você não deve se abater

GettyImages
As coisas podem não sair como planejado, mesmo que você se prepare bem

Tenha em mente que, mesmo se preparando muito bem, você ainda pode tropeçar. Se isso acontecer com você, você precisa se recuperar psicologicamente ou aquela falha precoce irá se tornar uma bola de neve.

Vou dar outro exemplo de como as coisas podem não sair como planejado, mesmo que você se prepare bem:

Dois ex-colegas meus foram entrevistados para um cargo em uma grande empresa. No primeiro dia, ambos conversaram com o mesmo gerente. Um deles se conectou imediatamente com o entrevistador pelas muitas semelhanças em suas carreiras. Ele tinha uma resposta perfeita para cada pergunta desafiadora e saiu com a sensação de que tinha conquistado a vaga, mesmo com três rodadas do processo pela frente.

O outro candidato foi esmagado. Cada resposta foi recebida com um olhar intrigante e várias perguntas relacionadas à anterior. Nenhum relacionamento pessoal foi construído, e o entrevistador disse a ele que não achava que ele se encaixava no perfil.

LEIA AQUI: A melhor forma de falar de si mesmo em uma entrevista

Para piorar as coisas para o segundo candidato, ele era amigo do primeiro. Quando conversaram após essa primeira entrevista, ele esperava feedbacks similares. Foi quando percebeu que se deu mal na primeira etapa do processo.

Com mais três etapas restantes, ele pensou em desistir do processo. O gestor de contratação claramente preferiu seu amigo e havia apenas uma posição aberta.

Qual foi, então, o estímulo para seguir em frente?

Deixe o passado para trás

GettyImages
Identifique seus erros e faça diferente nas demais etapas

O candidato menos favorecido decidiu que não tinha nada a perder se continuasse no processo. Ele estudou sua entrevista fracassada e dissecou onde cada resposta deu errado. Determinado a provar que era um ótimo candidato que apenas teve uma entrevista ruim, ele participou das três rodadas seguintes com mais foco ainda e teve sucesso em cada uma delas.

Quando o primeiro candidato foi notificado de que receberia uma oferta de emprego, não foi surpresa. O segundo concorrente apertou sua mão e o parabenizou. E ficou à espera de receber sua carta de rejeição pelo correio.

Mas algo diferente do esperado aconteceu.

SAIBA MAIS: 5 dicas do que fazer antes de uma entrevista de emprego

O segundo candidato recebeu um telefonema do primeiro recrutador, com quem teve um início de entrevista desastroso. “Olha, você teve um começo difícil comigo, e eu quase o desclassifiquei. Até que conversei com os outros entrevistadores. Eles o amaram e me ajudaram a ver algumas coisas que eu deixei passar. Nós gostamos de vocês dois como candidatos. Por isso, criarmos uma segunda posição. Queremos oferecer a ambos um emprego.”

Assuma o mau começo e o domine

GettyImages
Assuma o mau começo e o converta em algo favorável

Um amigo meu uma vez fez uma entrevista para uma posição e se deu bem com seu entrevistador. Eles se conectaram pessoalmente, tendo ambos se formado na mesma universidade, além de compartilharem de interesses similares no esporte.

Eles construíram um relacionamento tão grande que meu amigo baixou a guarda e brincou indevidamente sobre uma acusação de dirigir bêbado que ele recebeu na faculdade. O tiro saiu pela culatra, e o rosto do entrevistador lhe disse tudo o que ele precisava saber. Como no mito grego de Ícaro, ele voou tão perto do Sol que suas asas queimaram.

Era como se um balde de água fria fosse jogado em um momento que estava ótimo. O entrevistador parou de sorrir, concentrando-se sériamente em sua lista de perguntas a fazer. Meu amigo ficou se perguntando como ele poderia ter brincado casualmente sobre um capítulo de sua vida que do qual se sentia profundamente envergonhado.

Pensando que suas chances para este trabalho tinham virado fumaça, ele tentou um movimento ousado e trouxe a conversa de volta para o que provocou o mal-estar. “Eu mencionei a acusação mais cedo e não expliquei totalmente como esse erro me mudou. Eu gostaria de dizer a você que sou uma pessoa diferente hoje por conta desse deslize. Tudo bem?”

VEJA TAMBÉM: 3 mantras poderosos para uma entrevista de emprego

O entrevistador concordou, e o candidato passou a explicar os aspectos positivos que vieram daquele capítulo de sua vida. Ele falou sobre como isso o fez crescer e sobre as mudanças de vida obtidas como resultado dessa gafe.

Em vez de se esconder de seu erro, ele o retomou e o abraçou de frente. Com esse erro, ele explicou por que a empresa conseguiria um candidato melhor.

Funcionou. O entrevistador ficou impressionado com sua abordagem honesta e lhe fez a uma oferta de emprego.

Aborde cada entrevistador com a mesma intensidade

GettyImages
Lembre-se de que vários entrevistadores se reunirão para falar sobre você em detalhes

Uma boa organização faz processos seletivos com mais de um recrutador por um motivo: as pessoas têm dias ruins. Alguns começam mal, e os entrevistadores lutam para superar a tendência de dar mais peso à primeira impressão. Com um time de entrevistadores, é possível erradicar o preconceito e ajudar cada membro do grupo a ver as informações objetivas foram perdidas.

Se você está em uma bateria de entrevistas, deve abordar cada etapa com a mesma intensidade. Mesmo se você sentir que uma conversa foi mal, lembre-se de que vários entrevistadores se reunirão para falar sobre você em detalhes. Se o seu primeiro encontro não teve planejamento, siga em frente e foque no que é possível controlar: a próxima etapa.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).