4 maneiras de promover o sentimento de pertencimento no trabalho

Reprodução / Forbes
Sentir-se excluído prejudica a saúde humana e a produtividade no local de trabalho

Resumo:

  • De acordo com uma pesquisa da startup de desenvolvimento de liderança BetterUp, o sentimento de pertencimento no local de trabalho é vital para o bem-estar dos funcionários e o funcionamento organizacional;
  • Segundo o estudo, tática melhora o desempenho dos colaboradores, com ganhos empresariais de US$ 52 milhões por ano, para cada 10 mil funcionários;
  • Criar aliados, experimentar a construção de empatia, estimular interações saudáveis e refletir sobre a exclusão verbalmente são estratégias. 

No estudo complexo da psicologia humana, uma descoberta é notavelmente consistente: nosso bem-estar depende diretamente da conexão com os outros.

VEJA MAIS: Tudo sobre coaching: como não errar na escolha de um bom profissional

Quando temos o sentimento de pertencimento, experimentamos significado, satisfação com a vida, saúde física e estabilidade psicológica. Quando nos sentimos excluídos, resultam dor física e uma ampla gama de doenças psicológicas.

Os custos da exclusão no local de trabalho

Embora haja a tendência de pensar que o pertencimento apenas importa em nossas vidas pessoais, um estudo divulgado pela startup de desenvolvimento de liderança BetterUp esclarece que pertencer ao local de trabalho é vital para o bem-estar dos funcionários e o funcionamento organizacional.

Fundamentando-se em uma pesquisa nos Estados Unidos com quase 1.800 trabalhadores em período integral, a BetterUp descobriu que os funcionários com um alto senso de pertencimento:

  • Faltam por doença 75% menos do que os que se sentem excluídos. Esses dias equivalem a quase US$ 2,5 milhões em perda de produtividade anuais, a cada 10 mil trabalhadores;
  • Têm uma taxa de rotatividade 50% maior do que os empregados quem se sente pertencente, custando às organizações cerca de US$ 10 milhões anualmente a cada 10 mil colaboradores;
  • Têm 56% de melhora no desempenho no trabalho com ganhos de US$ 52 milhões anuais, a cada 10 mil trabalhadores.

Além disso, as carreiras dos trabalhadores se beneficiaram a partir deste sentimento, uma vez que os indivíduos que se sentiam altamente conectados no trabalho receberam o dobro de aumentos e tinham 18 vezes mais chances de serem promovidos em um período de seis meses do que aqueles que se sentiam excluídos.

VEJA TAMBÉM: Super glossário reúne 245 termos do mundo corporativo

Por fim, a BetterUp realizou simulações online de exclusão em situações de interação em equipe e descobriu que as pessoas excluídas eram 25% menos produtivas em trabalhar para os objetivos de sua equipe.

“Literalmente, a coisa mais importante que você tem na sua empresa são as pessoas”, disse Alexi Robichaux, cofundador e CEO da BetterUp, durante uma recente entrevista por telefone sobre a pesquisa. “O sentimento de pertencimento deve estar no centro de toda estratégia de capital humano”.

Isso é especialmente necessário visto que mais de 40% das pessoas se sentem emocional e fisicamente isoladas no trabalho, de modo a descrever uma sensação que transcende gênero, idade e etnia.

Felizmente, quatro maneiras de promover a pertença no local de trabalho surgiram da pesquisa. Veja na galeria a seguir:

  • 1. Crie aliados no trabalho

    Uma poderosa solução preventiva que a BetterUp encontrou por meio de suas simulações foi a adição de um aliado à equipe, o definido como “alguém que reconhece e inclui você”. Com a presença deste representante, a exclusão ativa por parte de outros não teve impacto sobre a pessoa deixada de fora, de forma a rebatendo a perda de produtividade de 25% observada em pessoas excluídas que não tinham um aliado.

    Algo bom também é o fato de que qualquer um de nós pode optar por ser um aliado e escolher essa pessoa de acordo com as próprias preferências.

    “A beleza do aliado é que não há hierarquia no processo. O aliado pode ser um parceiro “, diz Robichaux.

  • 2. Promova experiências de construção de empatia

    Embora alguns casos de exclusão no local de trabalho sejam intencionais, muitos são acidentais -mas igualmente dolorosos. Podemos simplesmente não perceber que estamos deixando um colega de trabalho ou um superior de lado até que experimentemos o local de trabalho da mesma forma que eles.

    Robichaux forneceu um exemplo de sua própria empresa: apoiar o trabalho remoto é um valor fundamental da BetterUp, mas todas as reuniões eram realizadas no escritório de São Francisco, o que fazia os funcionários distantes sentirem-se menos incluídos. Em resposta, “começamos a criar semanas remotas quando toda a equipe trabalha a distância para construir empatia com a experiência daqueles que estão ‘longe’”, conta Robichaux. “Compartilhar experiências é um grande combustível para a empatia.”

  • 3. Estimule interações saudáveis

    Também é possível se atentar ao “poder do momento” para construir o sentimento de pertencimento. As psicólogas organizacionais Jane Dutton e Emily Heaphy cunharam o termo “high-quality connections” (HQC ou “conexões de alta qualidade”, traduzido para o português) para descrever interações que têm um impacto positivo em nossas vidas e trabalho.

    “Durante uma conexão de alta qualidade, cada pessoa se sintoniza uma a outra e ambas demonstram consideração e atenção positivas”, escreve Emily Esfahani Smith em “The Power of Meaning” (“O Poder do Significado, em português). “Como resultado, as duas se sentem valorizadas. É claro que as conexões de alta qualidade desempenham um papel importante em tornar nossos relacionamentos íntimos com amigos ou parceiros românticos, mas elas também têm o potencial de desbloquear um significado em nossas interações com conhecidos, colegas e estranhos.”

    Verificou-se que esse tipo de conexão melhora o funcionamento organizacional, níveis de engajamento, resiliência e trabalho em equipe dos funcionários, bem como a saúde física e mental dos integrantes em todos os patamares da empresa.

    As HQCs podem ser breves e não precisam ser divertidas; até encontros emocionalmente neutros podem ajudar a construir uma conexão. “A segredo é elas acontecerem regularmente e não serem negativas”, escreve Smith.

  • 4. Reflita sobre a exclusão verbalmente

    Embora seja ideal evitar a exclusão antes que ela aconteça ou se juntar a um aliado para prevenir seus efeitos negativos, às vezes, isso não é possível. A pesquisa de simulação da BetterUp descobriu que existem maneiras de intervir mesmo após a exclusão.

    Eles fizeram o teste perguntando a um membro de equipe excluído o que ele diria para apoiar alguém que foi deixado de fora e o que ele mudaria para tornar a situação mais “justa, inclusiva e agradável”. Além disso, pediram que lesse relatórios escritos por outras pessoas que foram excluídas.

    A BetterUp descobriu que as três intervenções pós-exclusão contribuíram para aliviar a dor, principalmente as duas primeiras. Em outras palavras, processar a exclusão de maneira proativa pode nos permitir a recuperação total e rápida do isolamento social.

1. Crie aliados no trabalho

Uma poderosa solução preventiva que a BetterUp encontrou por meio de suas simulações foi a adição de um aliado à equipe, o definido como “alguém que reconhece e inclui você”. Com a presença deste representante, a exclusão ativa por parte de outros não teve impacto sobre a pessoa deixada de fora, de forma a rebatendo a perda de produtividade de 25% observada em pessoas excluídas que não tinham um aliado.

Algo bom também é o fato de que qualquer um de nós pode optar por ser um aliado e escolher essa pessoa de acordo com as próprias preferências.

“A beleza do aliado é que não há hierarquia no processo. O aliado pode ser um parceiro “, diz Robichaux.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).