Por que a prática da atenção plena é o princípio de uma liderança consciente

Getty Images / Caiamage Tomerton
Mais de 400 estudos científicos demonstram a eficácia incomparável da atenção plena na redução dos níveis de estresse, melhora da concentração e cultivo do pensamento criativo, por exemplo

Muitas vezes, há tanta coisa na sua lista de tarefas que você sente como se não tivesse um momento livre para recuar e reconhecer ou valorizar o seu progresso (ou o seu time)?

Do aumento da produtividade à experiência aprimorada dos funcionários, existem fortes argumentos para a introdução da atenção plena no local de trabalho. Eu posso atestar, como diretor de recursos humanos de uma marca de consumo global de luxo, que me acostumei a um ambiente profissional intenso. Nossa empresa está repleta de trabalhadores apaixonados, motivados e de alto desempenho, mas levá-los a dar um passo para trás a fim de respirar fundo pode ser um desafio.

VEJA MAIS: Para pesquisadora do Albert Einstein, meditação é fundamental para melhorar a atenção

Nos últimos anos, a atenção plena emergiu no cenário corporativo como uma estratégia para ajudar os profissionais a se sentirem menos estressados, mais criativos, focados, felizes, saudáveis ​​e produtivos.

Esta técnica pode ajudar líderes e funcionários a enfrentarem os desafios com a mente aberta, permanecerem focados e evitarem levar os mal-entendidos para o lado pessoal. O método popular é empregado por uma longa lista de grandes marcas, como Google, Target, Facebook, General Mills, entre outros.

Mais de 400 estudos científicos demonstram a eficácia incomparável da atenção plena na redução dos níveis de estresse, melhora do humor e da concentração, cultivo do pensamento criativo e desenvolvimento da empatia.

A prática não é sobre viver em câmera lenta, mas está relacionada ao aprimoramento do foco e da conscientização na vida e no trabalho.

Mindfulness: um mergulho mais profundo

O termo mindfulness significa atenção plena é a prática de atender ativamente ao momento atual. Em outras palavras, quando estamos totalmente presentes e somos capazes de observar nossos pensamentos e sentimentos de uma maneira compassiva e sem julgamento, muitas coisas podem acontecer.

Para começar, podemos acessar nossos recursos e inteligência internos de maneiras que não conseguimos quando nossas mentes estão estressadas, hiperativas ou preocupadas.

Os benefícios da atenção plena são abundantes. Nesse estado, é possível tomar decisões de forma mais rápida e intuitiva, apresentar soluções criativas com mais facilidade e desenvolver maior resiliência para enfrentar as dificuldades. Esta prática também promove maiores níveis de autocompaixão que podem ser estendidos a colegas e clientes, por exemplo.

Aqui estão alguns outros benefícios:

Redução do estresse: como esse sentimento é uma dos maiores causadores de perda de receita das organizações, a atenção plena pode ser uma estratégia crucial para melhorar os resultados financeiros. Em um estudo, especialistas revelaram que as varreduras cerebrais dos meditadores desta prática apresentaram consistentemente uma mudança nas áreas do cérebro associadas a emoções negativas como estresse, frustração e insatisfação para aquelas relacionadas a emoções positivas como a felicidade.

Redução dos dias com doença: o estresse pode causar enfermidades, leves e graves, por isso faz sentido que uma estratégia eficaz de redução desta emoção, como a atenção plena, possa resultar em uma quantidade menor de dias nos quais se sente debilitado.

Melhora da resiliência: o conjunto de habilidades que nos permite suportar o estresse e progredir em cenários desafiadores é conhecido como resiliência – cada um desses atributos pode ser promovido e aprimorado pela prática da atenção plena. Esta competência também facilita a adoção de novas perspectivas, a diferenciação de pensamentos e sentimentos e a resposta aos problemas, no lugar de apenas reagir.

Aumento  do altruísmo: para alcançar relacionamentos harmoniosos no local de trabalho, devemos ser capazes de simpatizar com as experiências e perspectivas de outras pessoas. Um estudo publicado no New York Times revelou que indivíduos que praticavam a atenção plena eram “três vezes mais propensos a oferecer assistência a uma pessoa necessitada do que aqueles que não o faziam”.

Crescimento da felicidade dos funcionários: existe uma correlação direta entre a prática da atenção plena e os estados mentais positivos. Os trabalhadores que praticam a atenção plena são geralmente mais felizes.

Atenção plena: introdução no cotidiano  

Embora o estado de atenção plena não seja meditação, esta é uma ótima maneira de praticá-lo. 

Para começar e incentivar a adesão entre os membros da sua equipe, reserve um horário e um local. Considere utilizar um espaço de escritório compartilhado e silencioso para uma pausa de atenção de 15 minutos antes de uma reunião regular da equipe (ou talvez uma vez por semana, no início). Essa atitude pode indicar que, como líder, você valoriza a prática.

Nada mostra mais o quanto você leva a sério a atenção plena, quanto exercitá-la, até porque instilar bons hábitos começam de cima para baixo em qualquer organização.

Começar é fácil: tenha atenção, pois se trata simplesmente de foco. Reserve um momento a fim de parar e se concentrar na respiração por um minuto ou dois, observando se você está respirando profundamente ou em suspiros rasos. Não force uma mudança de ritmo, apenas concentre-se nele para redefinir automaticamente a respiração e diminuir a tensão.

Cultive funcionários mais felizes e saudáveis

Os líderes conscientes incorporam um tipo de liderança da mesma forma, que inspira ao mostrar que é possível realizar o que afirmam. Eles podem fazer isso por meio de ações, escolhas e presenças conscientes. Como resultado, tornam-se catalisadores que provocam um efeito dominó, o qual se espalha por toda a organização.

Lembre-se de que os esforços de atenção devem ser algo agradável na rotina diária. Incentivar outras pessoas a fazer “pausas” e ajudar a criar uma cultura em que os funcionários reservem 15 minutos para se recompor pode levar a uma atmosfera agradável, um aumento da criatividade e da inovação. A melhor parte: permite que os funcionários demonstrem as melhores versões de si a fim de trabalhar todos os dias, o que contribui para o avanço de seus resultados e promove eficiência, produtividade e surgimento de novas ideias.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).