O segredo para iniciar uma nova carreira na era do coronavírus

Getty Images / Westend61
Getty Images /

De acordo com o que Carter explica, o segredo não está exatamente em qual é o primeiro passo, mas é preciso dá-lo

A impossibilidade de deslocamento para os empregos e o mal-estar geral causados pela pandemia de coronavírus não têm precedentes na história. A questão foi agravada por um cenário de mídia que muitas vezes confundiu e angustiou na mesma proporção que ajudou. Uma pesquisa da Universidade da Califórnia, em Irvine, destaca o sofrimento em massa causado pelo consumo de notícias durante a crise do coronavírus. O imenso fluxo de informações, dentre as quais existem algumas totalmente enganosas, pode causar paralisia no momento em que é preciso agir.

Ao enfrentar a incerteza em torno do futuro, o momento atual não é ideal para ficar atolado em confusão. Alexandra Carter, professora da Columbia Law School, em Nova York, acredita que a maneira perfeita de se libertar dessa sensação de bloqueio é dar o primeiro passo, por menor que seja, em direção ao novo futuro. Em seu último livro “Ask for More” (“Peça Mais”), ela descreve como é possível progredir em quaisquer que sejam seus objetivos, como encontrar um novo emprego, obter um aumento salarial ou mudar a carreira.

VEJA MAIS: 5 sinais de que você está pensando demais nas decisões de sua carreira

De acordo com o que Carter explica, o segredo não está exatamente em qual é o primeiro passo, mas é preciso dá-lo. “Focar na atitude inicial pode nos ajudar a criar impulso”, diz ela. “Ao nos direcionarmos para um objetivo grande e empolgante, tentar projetar toda a solução desde o início pode parecer mais impressionante do que produtivo. Além disso, é possível que o fato de estar sobrecarregado leve até mesmo as pessoas mais motivadas a desistirem prematuramente ou abordarem as situações de maneira aleatória. Às vezes, precisamos desse único passo para nos ajudar a criar um pequeno momento”. O tempo presente é totalmente incerto, mas cada dia apresenta uma nova oportunidade, e agora é a hora de tomar a primeira atitude em direção a um futuro melhor.

Veja, na galeria de imagens a seguir, quatro etapas cruciais descritas pela professora para ajudar no processo de seguir em frente:

  • 1. Revise seu problema ou objetivo

    O primeiro passo é identificar o principal obstáculo que enfrenta. Com o coronavírus, isso pode ser a perda do seu emprego, uma redução de horas, talvez até uma crise no setor do seu trabalho. Da mesma forma, você já deve ter identificado um objetivo-chave que deseja alcançar para sua carreira no futuro. É possível ser um novo emprego na área em que já atua ou então a mudança para uma nova carreira. Se puder, tente olhar para trás em sua vida a fim de identificar quaisquer momentos do passado que o levaram onde está hoje.

    Getty Images / Westend61
  • 2. Identifique suas necessidades

    Carter destaca que as necessidades podem ser tangíveis, ou seja, o que se pode contar, ver ou tocar, ou então intangíveis, como os valores. Conjuntamente, elas são o aspecto mais importante a considerar, e quaisquer etapas a serem seguidas daqui em diante devem refletí-las. Para as intangíveis, é importante tentar entender como elas podem ser identificadas. Por exemplo, se você aspira por justiça, é possível que isso se reflita em salários mais altos para alguns, e para outros seja uma questão mais reputacional. Depois de identificar suas necessidades, Carter defende a exploração das várias ações que podem ser executadas para atendê-las completamente. “Permita-se considerar um mundo em que todas as suas aspirações possam ser atendidas e faça uma lista dos primeiros passos concretos para chegar lá”.

    Getty Images / Sam Edwards
  • 3. Explore seus sentimentos

    Os sentimentos podem parecer irrelevantes nas principais decisões e são relegados ao status secundário por trás da razão e da lógica. Carter acredita que este é um erro significativo e, ao reconhecer as emoções, pode-se criar melhores soluções. Agora, mais do que nunca, é provável que esteja experimentando as mais diversas sensações, e é importante não ignorá-las se quiser criar o futuro que deseja.

    Getty Images / franckreporter
  • 4. Considere sucessos passados

    ​​

    Sempre que houver uma reviravolta em sua vida, isso poderá levá-lo a concentrar sua atenção excessivamente nos aspectos negativos associados a ela, e, dessa forma, duvidar da sua capacidade de ter sucesso novamente. Ter sua vida e carreira de volta aos eixos não será fácil, e é preciso ter confiança e força para que seus esforços sejam bem-sucedidos. Carter defende que você se lembre de seu passado a fim de relembrar exemplos de momentos em que conseguiu superar desafios. O que imaginou quando o fez? Quais eram seus hábitos, ações e estado mental? Tente encontrar a confiança não apenas no seu sucesso passado, mas, descubra algumas ações concretas que o ajudem a seguir em frente. Se você não tiver realizações anteriores semelhantes, procure em campos diferentes, como do seu passado acadêmico ou mesmo da sua vida pessoal.

    Getty Images / Westend61

1. Revise seu problema ou objetivo

O primeiro passo é identificar o principal obstáculo que enfrenta. Com o coronavírus, isso pode ser a perda do seu emprego, uma redução de horas, talvez até uma crise no setor do seu trabalho. Da mesma forma, você já deve ter identificado um objetivo-chave que deseja alcançar para sua carreira no futuro. É possível ser um novo emprego na área em que já atua ou então a mudança para uma nova carreira. Se puder, tente olhar para trás em sua vida a fim de identificar quaisquer momentos do passado que o levaram onde está hoje.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).