5 maneiras de eliminar a sensação de que o seu trabalho não tem importância

Getty Images
Getty Images

Quando toda a desordem mental deixa de ocupar espaço, podemos perceber que fazemos fazendo algo sem significado

Gostemos ou não, a pandemia que estamos vivendo nos últimos meses eliminou uma série de distrações externas de nossas vidas. Por causa disso, você pode ter notado outros pensamentos e sentimentos surgindo.

Talvez uma coisa que tenha descoberto é que você não acredita que o trabalho que você faz realmente importa. Quando toda a desordem mental cotidiana – seu trajeto até o escritório, malabarismos com atividades sociais e organização de horários, entre outras coisas – deixa se ocupar espaço, é possível perceber que gastamos muito tempo no dia a dia fazendo algo sem significado – pelo menos no nosso ponto de vista.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

Embora este pareça ser um pensamento assustador, você deve abraçá-lo com todo o coração. Caso contrário, continuará ignorando esses sentimentos, que tendem a se tornar ainda pior com o tempo. É melhor pegá-lo antes que se torne tão terrível que você fique doente ou seja demitido. Agir para prevenir qualquer um desses cenários é um dos melhores presentes que você pode dar a si mesmo.

Então, o que fazer quando você chega à conclusão de que seu trabalho não importa? Veja, na galeria de fotos a seguir, 5 estratégias que você pode tentar implementar agora:

  • 1. Clareie sua visão

    Descubra se você está sem propósito e sem realização no seu trabalho ou se você não gosta de suas funções e responsabilidades. Essa distinção é importante. Você precisa ser capaz de diagnosticar o problema para resolvê-lo.

    Um ponto de partida é identificar sua “Zone of Genius” (zona de gênio, em português), a interseção do que você faz melhor e o impacto que deseja ter no mundo, e então usá-la como um filtro para entender se o seu trabalho atual está funcionando. Se você não está usando seu “gênio”, por exemplo, significa que você não está sendo intelectualmente desafiado. E se o seu trabalho não estiver alinhado com o seu propósito, você provavelmente não se sente conectado com o que faz. Depois de determinar se o problema é um deles ou ambos, você pode começar a encontrar a melhor solução.

    Getty Images
  • 2. Identifique oportunidades ocultas

    Agora, antes de começar a navegar descontroladamente pelos sites de emprego, pergunte-se: há algo que eu possa fazer no meu trabalho atual que resolverá o problema? Talvez você possa pedir para ser designado para projetos que estão mais alinhados com a sua personalidade. Alternativamente, você pode aprimorar sua autoconsciência e tentar encontrar maneiras de causar o impacto que deseja, maneiras que talvez você não tenha notado antes.

    Um exemplo: uma de minhas clientes estava desmotivada. Quando ela diminuiu o ritmo e começou a prestar atenção em como estava se sentindo ao longo das semanas de trabalho, percebeu quanta satisfação obteve ajudando sua equipe a alcançar todo o seu potencial. Ela decidiu delegar um trabalho que não estava relacionado à gestão para dobrar sua ajuda à equipe. Em um mês, ela se sentiu instantaneamente mais realizada. Você ficará surpreso: simplesmente desacelerar e se tornar mais observador pode iluminar alguns momentos gratificantes. Se você não consegue resolver o problema em seu cargo atual, há outras oportunidades em sua organização que seriam mais adequadas para você e sua personalidade? Antes de jogar a toalha, empregue algum esforço para ver o que você pode fazer agora.

    Getty Images
  • 3. Procure outro emprego

    Se você tentou ficar onde está e sua perspectiva não melhorou, a procura de emprego é o melhor próximo passo possível. Eu sei: 2020 pode não parecer o melhor ano para fazer isso. Mas, na verdade, acho que este é um ótimo ano para a procura de emprego, porque você pode fazer todo o processo de casa. Isso significa que, se você ainda estiver empregado, não há necessidade de se esconder de seus colegas ou inventar consultas médicas durante as entrevistas. Faça bom uso da autonomia do trabalho remoto. Existem muitas oportunidades por aí. Acredite ou não, muitas empresas ainda estão contratando – algumas mais do que nunca.

    Getty Images
  • 4. Seja inovador

    Se, por algum motivo, você não pode procurar um novo emprego ou mudar as coisas do atual, então você precisa ser criativo. Em seu tempo livre, faça um brainstorm de projetos paralelos ou um negócio que possa lhe dar o desafio e a realização que você está procurando. Nunca sabemos se um novo empreendimento pode acabar crescendo e se tornando um negócio completo que permite que você deixe seu trabalho atual para trás de uma vez por todas.

    Outro cliente meu, por exemplo, percebeu que não estava mais interessado em permanecer em seu emprego, mas não tinha uma segurança financeira que o permitia sair antes de decidir o que fazer a seguir. Em vez disso, ele começou um negócio paralelo, que acabou gerando receita suficiente em seis meses, permitindo que ele fizesse o que realmente queria: largar o emprego em tempo integral e ter espaço e tempo para descobrir qual seria a próxima oportunidade.

    Inicialmente, o trabalho paralelo foi projetado para ganhar dinheiro, então não estava completamente alinhado com sua personalidade, mas, surpreendentemente, a liberdade que ele obteve ao largar seu exaustivo emprego permitiu que ele transformasse seu novo negócio em algo alinhado com seu propósito. Pensar fora da caixa acabou sendo o catalisador para ele finalmente fazer o trabalho que amava.

    Getty Images
  • 5. Rede de contatos

    Contatos, contatos, contatos. Mesmo que você tenha um emprego que adora, você deve fazer mais contatos! Não estou dizendo para ir a eventos de networking. Afinal, ainda estamos vivendo uma pandemia. Mas você ainda pode se conectar com pessoas virtualmente. Seja ousado. Você nunca sabe como as pessoas vão responder. Resumindo: você precisa de uma rede poderosa. Se você fizer cada conexão importar, ficará cada vez mais perto de encontrar um trabalho que importa também.

    Getty Images

1. Clareie sua visão

Descubra se você está sem propósito e sem realização no seu trabalho ou se você não gosta de suas funções e responsabilidades. Essa distinção é importante. Você precisa ser capaz de diagnosticar o problema para resolvê-lo.

Um ponto de partida é identificar sua “Zone of Genius” (zona de gênio, em português), a interseção do que você faz melhor e o impacto que deseja ter no mundo, e então usá-la como um filtro para entender se o seu trabalho atual está funcionando. Se você não está usando seu “gênio”, por exemplo, significa que você não está sendo intelectualmente desafiado. E se o seu trabalho não estiver alinhado com o seu propósito, você provavelmente não se sente conectado com o que faz. Depois de determinar se o problema é um deles ou ambos, você pode começar a encontrar a melhor solução.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).