Dia do Livro: líderes brasileiros indicam 13 obras decisivas em suas carreiras

Divulgação
Divulgação

O Instituto Pró-Livro estima que apenas 52% dos brasileiros têm o hábito da leitura incorporado à rotina. Denise Santos (foto), CEO da Beneficência Portuguesa de São Paulo, é uma das líderes que indicam obras decisivas na carreira

Desde a morte de Shakespeare e Cervantes, em 1616, o dia 23 de abril é conhecido como o Dia Mundial do Livro. Embora a data seja celebrada pelos países membros da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como um incentivo à prática da leitura, o Instituto Pró-Livro estima que apenas 52% dos brasileiros têm o hábito incorporado à rotina.

No entanto, conhecer grandes obras parece condição essencial para quem almeja o sucesso. De acordo com o livro “Hábitos da Riqueza: os Hábitos Diários de Sucesso dos Milionários”, de Dean Graziosi, 85% das pessoas com renda alta dedicam, pelo menos, 30 minutos todos os dias a leituras capazes de trazer crescimento pessoal. Já o economista Randall Bell, da Universidade da Califórnia, disse que quem lê sete ou mais livros por ano tem 122% mais chances de virar milionário.

LEIA MAIS: 5 livros que marcaram a trajetória de Guilherme Benchimol

Bill Gates, por exemplo, já revelou que lê pelo menos um título por semana. O cofundador da Microsoft não é o único bilionário que aposta na leitura durante o tempo livre: Jeff Bezos, da Amazon, é um consumidor assíduo de obras sobre negócios. Já Elon Musk, ao ser questionado sobre como aprendeu a construir foguetes, respondeu de maneira simples: “Eu leio”.

Para celebrar a data, a Forbes pediu a 13 líderes de empresas que atuam no Brasil para indicarem os livros que mais marcaram suas trajetórias profissionais rumo à liderança. Veja, na galeria de fotos a seguir, as obras indicadas por eles:

  • Fábio Roth, CEO da 5àsec Brasil

    ”O Poder do Hábito”, de Charles Duhigg

    O autor explora os padrões e repetições mais comuns da vida humana para moldar uma fórmula de sucesso com base em transformações de hábitos. Escrito por um ex-repórter do “New York Times”, o livro foi listado no prêmio do Financial Times and McKinsey Business Book of the Year em 2012. “Com a leitura, aprendi que bons hábitos tanto na vida pessoal quanto na profissional são fundamentais para o sucesso. Ter resiliência para adquirir novos hábitos e foco para não os perder de vista são ações necessárias para superarmos qualquer crise ou instabilidade. O poder do hábito faz toda a diferença.”

    Divulgação
  • Denise Santos, CEO da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo

    ”CEO Capital”, de Leslie Gaines-Ross

    A reputação dos CEOs e das empresas é o assunto tratado por Leslie Ross, diretora de pesquisa da Burson Marsteller, na obra “CEO Capital”. A autora descreve as estratégias que os líderes devem adotar para evitar obstáculos e cinco dicas para melhorar a imagem da companhia. “Li esse livro num momento em que estava prestes a me tornar CEO e ele ofereceu uma visão valiosa de ângulos da liderança que eu logo coloquei em prática. A autora reforça aspectos com os quais todo CEO se depara na trajetória profissional como, por exemplo, a real importância do se levar em consideração as necessidades dos diferentes stakeholders, mantendo um olhar atento para os inputs que esses públicos nos trazem e, acima de tudo, aprendendo muito com os clientes. Ela também destaca a relevância da construção do storytelling institucional e o papel do CEO para apontar os caminhos que diferenciarão a companhia das demais. E, por fim, destaco algo que é especialmente fundamental nos dias de hoje: o papel de comunicador que todo líder deve incorporar desde o primeiro dia na companhia. Esse é um mantra que eu carrego comigo desde sempre: comunicar, comunicar e comunicar!”

    Divulgação
  • Wilson Ferreira Jr., CEO da BR Distribuidora

    “Sonho Grande”, por Cristiane Correa

    O livro conta a história de Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Beto Sicupira, três empresários que ergueram um dos maiores impérios brasileiros. “A obra fala sobre condutas e sonhos. O trio da 3G Capital conseguiu sucesso profissional e financeiro, passando a maior parte do tempo fora dos holofotes. É uma história que mostra que driblar as dificuldades e desafios impostos pelo cenário social ou econômico requer transformação, requer reinvenção. Para liderar, você tem que se reinventar, se reciclar, ter energia e, acima de tudo, um sonho grande. E é isso que levo comigo: a necessidade contínua de unir forças, boas práticas e, claro, pensar grande. Vá atrás dos seus sonhos e conquiste tudo o que deseja conquistar!”

    Divulgação
  • Cesar Gon, CEO e cofundador da CI&T

    “Fast/Forward: Make Your Company Fit for the Future”, (“Rápido/ Avançar: Deixe sua Empresa Preparada para o Futuro”, em tradução livre, sem versão em português), de Jonas Ridderstråle e Julian Birkinshaw

    De olho nos negócios do futuro, o livro traz as principais mudanças que as organizações devem abraçar para assumir a liderança de mercado, deixando a burocracia para trás. Os autores defendem que a intuição e a racionalidade devem andar juntas se o objetivo é uma decisão certeira. “O livro fala que as empresas, em vez de serem mais analíticas, devem responder hoje com agilidade, tomando decisões inteligentes e intuitivas. Ele ilustra essa nova abordagem estratégica e fornece um manual para tornar as empresas mais adequadas ao futuro.”

    Divulgação
  • Marcos Noll Barboza, CEO da Cultura Inglesa

    “Leading Change”, (“A Mudança da Liderança”, em tradução livre, sem versão em português) de John Kotter

    Um best-seller dos negócios, o livro traça oito etapas para gerenciar mudanças e conquistar resultados positivos na liderança de uma organização. O autor debate os objetivos e as iniciativas dos executivos que estão no topo. “A gestão de mudança, ou ‘change management’, é tema permanente na agenda dos negócios. E esse é um dos meus livros favoritos sobre o assunto, um clássico que está completando 25 anos desde a primeira edição. É uma das obras que carrego comigo e que eu indico para as pessoas, porque as mudanças estão sempre acontecendo. E você precisa estar preparado para geri-las da melhor forma possível.”

    Divulgação
  • Thiago Hering, diretor de operações da Hering Brasil

    ”Originais”, de Adam Grant

    O autor do best-seller recorre a uma série de estudos envolvendo o mundo dos negócios, dos esportes e da política para abordar as crenças em torno das mentes criativas. A obra é uma ode à criatividade, combatendo ideias de conformismo e tradições já obsoletas. “Uma leitura reveladora que instiga você a seguir sua curiosidade e intuição, desafiando a sabedoria convencional, e mostra como explorar todo o seu potencial criativo para transformar o mundo ao seu redor.”

    Divulgação
  • Isaac Paes, CEO e fundador do OiMenu

    ”As Coisas que Você Só Vê Quando Desacelera”, de Haemin Sunim

    Escrita pelo mestre budista sul-coreano Haemin Sunim, a obra busca aprofundar os relacionamentos humanos atuais, abordando aspectos do trabalho e do cotidiano sob outra perspectiva. Une a espiritualidade asiática com as lições de saúde mental. “”Nós, executivos, gostamos de livros com informações mais técnicas e do universo empresarial – esquecendo que, leituras fora deste contexto, podem nos ajudar tanto quanto ou até mais na carreira e na vida. Esse livro nos coloca no presente e traz leveza aos pensamentos. A leitura me ajudou a reduzir a ansiedade e mostrou que a pressa em resolver as coisas bloqueia as nossas melhores ideias. Comecei a respirar e a tratar certos problemas com menos urgência, o que vem me ajudando muito no dia a dia. Se hoje consigo ver beleza em coisas que antes não via, é porque entendi a importância de desacelerar e confiar que a melhor solução irá aparecer.”

    Divulgação
  • João Appolinário, CEO da Polishop

    ”lacocca, An Autobiography” (“lacocca, uma autobiografia”, em tradução livre, sem versão em português), de Lee Iacocca

    Considerado uma das pessoas mais inspiradoras da indústria automotiva, Iacocca foi o responsável pelo lançamento do Mustang, do Ford Pinto e pelo reerguimento da Chrysler Corporation na década de 1980. “Foi o primeiro livro de temática business que eu li. A referência veio da minha família, que já era da área automotiva.”

    Divulgação
  • Raphael Denadai, presidente da Sky Brasil

    ”Colapso”, de Jared Diamond

    O autor analisa o que fez com que algumas das grandes civilizações do passado entrassem em colapso e o que podemos extrair disso. Ao abordar desde a cultura da Polinésia pré-histórica, Diamond analisa as causas da decadência da colônia viking medieval na Groenlândia e chega ao mundo moderno. Com isso, traça um panorama catastrófico. “O livro mostra como decisões que parecem ótimas a curto prazo podem ser determinantes para gerar catástrofes e até mesmo o fim no médio e longo prazos. Ter visão de futuro é fundamental e o futuro depende do que fazemos hoje. As reflexões do livro podem ser aplicadas a qualquer ambiente, seja familiar, industrial ou corporativo. Em tempos de discussão sobre aquecimento global e utilização dos ativos naturais por parte das sociedades, esse livro é ainda mais essencial.”

    Divulgação
  • Rodrigo Carneiro, CEO da SMU Investimentos

    ”Cavernas de Aço”, de Isaac Azimov

    O clássico da ficção-científica narra a história de Elijah Baley, um investigador nova-iorquino encarregado de solucionar um assassinato que pode comprometer as relações dipomáticas entre os terráqueos e os moradores dos Mundos Siderias, antigas colônias da Terra. Para ajudar na investigação, Baley tem um parceiro inusitado: um robô. “Livros como os de Azimov têm uma grande correlação com o universo das startups, porque exploram um cenário futurista. Inclusive o clássico “Eu, Robô” é baseado em um livro do mesmo autor – ou seja, estamos falando de alguém que acertou em algumas previsões do futuro, como o avanço da inteligência artificial, por exemplo.”

    Divulgação
  • Donato Ramos, diretor do Grupo Uni.co

    ”A Loja de Tudo”, de Brad Stone

    Praticamente uma biografia de marca, o livro apresenta todos os detalhes da criação da Amazon, a gigante do comércio online fundada por Jeff Bezos, da estratégia à cultura corporativa da companhia. “O livro é fascinante e apresenta um pouco da história da varejista – desde a obsessão pelo cliente até a visão de longo prazo, características que culminaram na cultura e nas decisões da empresa. Esses princípios são fundamentais para a empresa ser o que é hoje.”

    Divulgação
  • Omar Abujamra, presidente da Unimed Brasil

    “Liderando para o Alto”, Michael Useem

    Na obra, o professor de administração da Universidade da Pensilvânia aborda o papel do líder na criação de uma comunicação mais direta e rápida com os superiores. “Eu li o livro há muitos anos e ele contribuiu positivamente para a minha trajetória. Participei de um curso nos Estados Unidos com o autor, o que foi determinante para as minhas experiências em liderança no Sistema Unimed e na minha atuação no cooperativismo. Vale muito a pena.”

    Divulgação
  • Waldir Beira Junior, presidente da Ypê

    ”A Revolução dos Bichos”, de George Orwell

    O clássico da literatura inglesa é uma sátira ao autoritarismo e aos governos despóticos. Foi incluído pela revista “Time” na lista dos 100 melhores romances de língua inglesa. “Essa trama explora temas atuais dos dias conturbados que vivemos. Tem especial utilidade em relação à polarização nas posições ideológicas e políticas, com direito a fake news, e de forte apego a narrativas em detrimento dos fatos. O livro aborda uma revolução a partir do ponto de vista de um dos lados que, a princípio, defende algo com apelo convincente. A continuidade do processo revolucionário e o estabelecimento do novo status quo passam a depender da capacidade de convencimento da massa por aqueles que assumiram o poder. Para tanto, os fatos deixam de ter importância central e o que se busca é a construção de uma narrativa. Vale a pena entregar-se ao alerta sábio de Orwell: onde estiverem os homens, sua porção inferior os acompanhará, sempre. Acrescento que para mudar o mundo é preciso que se mude o ser humano em primeiro lugar.”

    Divulgação

Fábio Roth, CEO da 5àsec Brasil

”O Poder do Hábito”, de Charles Duhigg

O autor explora os padrões e repetições mais comuns da vida humana para moldar uma fórmula de sucesso com base em transformações de hábitos. Escrito por um ex-repórter do “New York Times”, o livro foi listado no prêmio do Financial Times and McKinsey Business Book of the Year em 2012. “Com a leitura, aprendi que bons hábitos tanto na vida pessoal quanto na profissional são fundamentais para o sucesso. Ter resiliência para adquirir novos hábitos e foco para não os perder de vista são ações necessárias para superarmos qualquer crise ou instabilidade. O poder do hábito faz toda a diferença.”

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).