Top Companies 2021: As 25 melhores empresas para desenvolver sua carreira no Brasil segundo o LinkedIn

Itaú Unibanco aparece no topo da lista pelo quarto ano consecutivo.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Thomas Barwick/Getty Images
Thomas Barwick/Getty Images

Ranking reflete as possibilidades dos funcionários se desenvolverem e construírem suas carreiras

Acessibilidade


A rede social do mundo corporativo LinkedIn anunciou hoje a lista das Top Companies 2021, seu ranking com as 25 empresas que atuam no Brasil com as melhores oportunidades de crescimento profissional para seus colaboradores.

Desde 2018, o Itaú Unibanco tem ocupado o topo da lista. Nesta edição, o banco é seguido pela indústria química BASF e por outra entidade financeira, o Bradesco.

LEIA MAIS: Microsoft investe em programa de requalificação profissional do LinkedIn

O levantamento, que considera companhias dos mais variados setores, conta com 14 estreantes na nova edição. É o caso da Daimler AG, do setor automotivo, e da CNH Industrial, de maquinários. O segmento de investimentos continua emplacando representantes no ranking, com B3, Citi, JPMorgan Chase & Co. Como consequência da pandemia e dos esforços voltados para a área de saúde, a lista mostra, ainda, uma forte ascensão das farmacêuticas, com Sanofi, Pfizer e Servier.

Coordenado pela equipe do LinkedIn Notícias, a edição deste ano contou com uma nova metodologia pensada para que os resultados reflitam menos as empresas em si e mais os funcionários e as possibilidades de se desenvolverem e construírem suas carreiras. Foram considerados sete pilares: capacidade de avanço profissional; desenvolvimento de competências; estabilidade; oportunidades externas; afinidade com a empresa; diversidade de gênero; e formação acadêmica.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Com o cenário desafiador que estamos vivendo, a lista de 2021 foi desenvolvida com uma nova abordagem para colocar as pessoas como protagonistas. Essa edição tem como intuito reconhecer os esforços realizados pelas empresas, ajudar os profissionais a identificarem quais delas colocam os funcionários em primeiro lugar e fornecer informações para orientar caminhos para o desenvolvimento de carreiras”, explica Rafael Kato, editor-chefe do LinkedIn para a América Latina.

Veja, a seguir, as 25 Top Companies 2021 do LinkedIn:

1. Itaú Unibanco

Número de colaboradores: 88.000

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas

Competências em alta: sistemas operacionais, serviços bancários, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: vendas, finanças, operações

Curiosidade: durante a pandemia, o Itaú implementou ações de apoio aos funcionários, como a compra de 17 mil notebooks, disponibilização de cadeiras, ajuda de custo para colaboradores em home office, além de antecipação do 13º salário e atendimento médico remoto dos hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein.

2. BASF

Número de colaboradores no Brasil: 4.200

Principais cidades de atuação: São Paulo, Guaratinguetá, Salvador

Competências em alta: produtos SAP, sistemas operacionais, desenvolvimento de produtos
Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, administrativa

O que você precisa saber: preocupada com a saúde de seus colaboradores, a BASF implementou em 2020 o Programa Estar-Bem, que oferece aulas de yoga e mindfulness, aulas com educadores físicos, webinars com especialistas e psicólogos, além de treinamentos sobre trabalho remoto, cafés para integrar os colaboradores e iniciativas abertas às famílias.

3. Banco Bradesco

Número de colaboradores no Brasil: 89.575

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba

Competências em alta: sistemas operacionais, serviços bancários, finanças

Áreas com mais contratações no último ano: vendas, finanças, suporte

Curiosidade: o Bradesco ofereceu a todos os funcionários exames para a detecção da Covid-19, de forma opcional. Até o final de 2020, foram realizados mais de 141 mil testes.

4. Daimler AG
* A Mercedes-Benz do Brasil faz parte da Daimler AG

Número de colaboradores no Brasil: 10.000

Principais cidades de atuação: São Bernardo do Campo, Campinas, Juiz de Fora

Competências em alta: indústria automotiva, melhoria contínua, 5S

Áreas com mais contratações no último ano: operações, engenharia, vendas

No noticiário: a Daimler, dona da Mercedes-Benz, encerrou 2020 como líder em vendas de caminhões no Brasil, conquistando 31% de participação do mercado. Dessa forma, a empresa – que anunciou planos para se subdividir em duas companhias independentes – garantiu o quinto ano consecutivo no topo do ranking de emplacamentos.

5. SAP

Número de colaboradores no Brasil: 2.200

Principais cidades de atuação: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro

Competências em alta: produtos SAP, ERP, inteligência de negócios (BI)

Áreas com mais contratações no último ano: tecnologia da informação, engenharia, suporte

Curiosidade: durante a pandemia do novo coronavírus, os colaboradores da SAP passaram a receber em folha de pagamento um valor extra de R$ 250 para pagamento de internet e energia. Quem optou pelo modelo definitivo de home office, oferecido pela empresa, também ganhou uma ajuda de custo para a compra de mesas, monitores ou cadeiras.

6. Sanofi

Número de colaboradores no Brasil: 3.500

Principais cidades de atuação: São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro

Competências em alta: produtos farmacêuticos, sistemas operacionais, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: vendas, operações, marketing

Curiosidade: preocupada com os funcionários que não poderiam trabalhar de casa, a Sanofi concedeu um prêmio de 15% nos salários dos colaboradores da linha de frente da fábrica durante os três meses iniciais previstos de isolamento social.

7. Banco Santander

Número de colaboradores no Brasil: 45.386

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre

Competências em alta: serviços bancários, sistemas operacionais, finanças

Áreas com mais contratações no último ano: vendas, finanças, operações

Nas notícias: no último ano, o Santander deu mais visibilidade à iniciativa “Desbravadores”, que premiou os profissionais que, sem sair do banco, mudaram de cidade em nome do desenvolvimento profissional e pessoal.

8. Dell Technologies

Número de colaboradores no Brasil: 3.800

Principais cidades de atuação: Porto Alegre, São Paulo, Campinas

Competências em alta: sistemas operacionais, computação em nuvem, ITIL

Áreas com mais contratações no último ano: tecnologia da informação, vendas, engenharia

O que você precisa saber: a Dell não deixou a pandemia atrapalhar as iniciativas de inclusão da empresa. Eventos virtuais foram promovidos pelos grupos de diversidade como Women in Action (foco em desenvolvimento de lideranças femininas), Conexus (foco em facilitar a prática do trabalho remoto) e GenNext (foco em proporcionar um ambiente de trabalho aberto e positivo, integrando gerações).

9. CNH Industrial

Número de colaboradores no Brasil: 8.200

Principais cidades de atuação: Belo Horizonte, Curitiba, Sorocaba

Competências em alta: 5S, melhoria contínua, sistemas operacionais

Áreas com mais contratações no último ano: operações, engenharia, vendas

Curiosidade: o trabalho remoto já era uma realidade para colaboradores das áreas administrativas: eles trabalhavam de suas casas uma vez por semana. Com o agravamento da pandemia, o home office foi estendido para todos os dias da semana – que permanece em 2021 –, além de ter criado a iniciativa “Ponto de Contato”, que organiza ações como apoio psicológico e terapia online.

10. The Kraft Heinz Company

Número de colaboradores no Brasil: 2.700

Principais cidades de atuação: Goiânia, São Paulo, Anápolis

Competências em alta: sistemas operacionais, produtos SAP, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: sistemas operacionais, operações, vendas, administrativo

Curiosidade: a empresa colocou em prática uma iniciativa global de assistência ao colaborador. Os funcionários têm assistência psicológica, financeira e emocional 24 horas por dia, sete dias por semana, em uma linha completamente segura e anônima.

11. WEG

Número de colaboradores no Brasil: 23.870

Principais cidades de atuação: Jaraguá do Sul, São Paulo, Blumenau

Competências em alta: engenharia, produtos SAP, sistemas operacionais

Áreas com mais contratações no último ano: operações, engenharia, vendas

O que você precisa saber: de acordo com o Itaú BBA, a WEG é uma das companhias brasileiras que pode ter o crescimento impulsionado pelo plano de infraestrutura do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. A energia verde é mesmo um dos fortes da companhia: a divisão de produtos para energia solar registrou 160% de crescimento anual médio entre 2017 e 2020, segundo estimativas do Bank of America.

12. JPMorgan Chase & Co.

Número de colaboradores no mundo: 255.351

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador

Competências em alta: finanças, serviços bancários, finanças corporativas

Áreas com mais contratações no último ano: finanças, desenvolvimento de novos negócios, operações

O que você precisa saber: o JPMorgan Chase & Co registrou forte aumento no lucro do primeiro trimestre deste ano – fechando o balanço com resultados melhores do que a expectativa. O lucro líquido subiu de US$ 2,9 bilhões para US$ 14,3 bilhões no trimestre encerrado em 31 de março.

13. GE

Número de colaboradores no Brasil:8.200

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte

Competências em alta: engenharia, sistemas operacionais, produtos SAP

Áreas com mais contratações no último ano: operações, engenharia, tecnologia da informação

O que você precisa saber: a GE valoriza criatividade, inovação e a diversidade. Para trabalhar na empresa, o profissional precisa saber buscar soluções simples e criativas – e ter em mente que irá atuar em um ambiente diverso e inclusivo.

14. Mondeléz International

Número de colaboradores no Brasil: 8.000

Principais cidades de atuação: Curitiba, São Paulo, Recife

Competências em alta: sistemas operacionais, produtos SAP, 5S

Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, marketing

O que você precisa saber: para proteger os funcionários do burnout, a empresa criou espaços de conversa sobre saúde psíquica. Outra iniciativa foi estabelecer o bloqueio automático das agendas no horário de almoço e após o fim do horário comercial.

15. Procter & Gamble

Número de colaboradores no Brasil: 4.000

Principais cidades de atuação: São Paulo, Manaus, Rio de Janeiro

Competências em alta: sistemas operacionais, produtos SAP, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, marketing

O que você precisa saber: a empresa tem uma cultura forte de treinamento e desenvolvimento, e costuma buscar suas lideranças internamente. Cerca de 70% dos gestores entraram na P&G como estagiários, inclusive a presidente Juliana Azevedo.

16. Energisa

Número de colaboradores no Brasil: 14.672

Principais cidades de atuação: Cataguases, João Pessoa, Cuiabá

Competências em alta: sistemas operacionais, engenharia, Microsoft Project

Áreas com mais contratações no último ano: operações, engenharia, administrativo

O que você precisa saber: em 2020, a Energisa implementou o programa “Lá & Cá”, que visa garantir a continuidade do trabalho parcialmente remoto mesmo após a pandemia. Para isso, a empresa tem feito experiências com ferramentas de analytics que geram relatórios de produtividade e comportamento no ambiente online.

17. JBS

Número de colaboradores no Brasil: 145.000

Principais cidades de atuação: São Paulo, Lins, Três Lagoas

Competências em alta: sistemas operacionais, 5S, produtos SAP

Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, administrativo

O que você precisa saber: a  JBS fechou o último trimestre de 2020 com lucro líquido de R$ 4,02 bilhões — alta de 65% sobre 2019. O desempenho da companhia foi impulsionado pelas exportações para a China, além de se beneficiar com a variação cambial.

18. Telefónica

Número de colaboradores no Brasil: 33.000

Principais cidades de atuação: São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro

Competências em alta: sistemas operacionais, telecomunicações, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: tecnologia da informação, vendas, desenvolvimento de novos negócios

O que você precisa saber: logo no início da pandemia, a Vivo migrou cerca de 20 mil dos seus 33 mil funcionários para o trabalho remoto, inclusive os da operação de call center. O home office já era praticado duas vezes por semana pelos funcionários da empresa desde 2018.

19. Mckinsey & Company

Número de colaboradores no Brasil: 800

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador

Competências em alta: planejamento empresarial, consultoria de gerenciamento, análise de negócios

Áreas com mais contratações no último ano: pesquisa, empreendedorismo, desenvolvimento de novos negócios

O que você precisa saber: para abrir espaços de crescimento na empresa, a consultoria tem programas estruturados de feedbacks regulares e promove sessões de coaching e mentoria com os funcionários. O objetivo com os programas formais de aprendizado é facilitar o desenvolvimento de talentos de diferentes perfis.

20. Citi

Número de colaboradores no Brasil: 1.800

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte

Competências em alta: serviços bancários, finanças, sistemas operacionais

Áreas com mais contratações no último ano: finanças, vendas, operações

O que você precisa saber: no pós-pandemia, o banco prevê que a maioria dos seus funcionários trabalhará em regime híbrido, com três dias no escritório e dois dias em casa. Para alguns profissionais, como os ligados aos data centers, o trabalho será presencial. Já os funcionários da central de atendimento, por exemplo, serão 100% remotos.

21. BAT

Número de colaboradores no Brasil: 5.000

Principais cidades de atuação: São Paulo, Uberlândia, Porto Alegre

Competências em alta: sistemas operacionais, produtos SAP, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, marketing

O que você precisa saber: a empresa promove avaliações mentais dos funcionários em exames médicos periódicos. A BAT também facilita o atendimento psicológico em diversos canais, tanto pela rede oferecida pelo plano de saúde quanto por profissionais de livre escolha, com política de reembolso.

22. B3

Número de colaboradores no Brasil: 2.399

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas

Competências em alta: sistemas operacionais, SQL, finanças

Áreas com mais contratações no último ano: finanças, tecnologia da informação, desenvolvimento de novos negócios

O que você precisa saber: o ano passado foi movimentado para a Bolsa de Valores brasileira. Ao fim de 2020, havia mais de 3 milhões de pessoas físicas na B3, quase o dobro do registrado em 2019. Também no período, 28 empresas venderam ações pela primeira vez na Bolsa, o que representou o maior volume de IPOs para um ano desde 2007.

23. Facebook

Número de colaboradores no mundo: 58.604

Principais cidades de atuação: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília

Competências em alta: marketing digital, publicidade online, marketing de mídias sociais

Áreas com mais contratações no último ano:marketing, desenvolvimento de novos negócios, arte e design

O que você precisa saber: para ajudar sua equipe a enfrentar os desafios trazidos pela pandemia, o Facebook ofereceu uma verba individual de US$ 1 mil para que cada funcionário pudesse ajustar seu ambiente doméstico ao trabalho remoto, além de reembolsar os gastos com uso de internet em casa.

24. Pfizer

Número de colaboradores no Brasil: 1.500

Principais cidades de atuação: São Paulo, Anápolis, Goiânia

Competências em alta: produtos farmacêuticos, sistemas operacionais, planejamento empresarial

Áreas com mais contratações no último ano: operações, vendas, desenvolvimento de novos negócios

O que você precisa saber: interesse por ciência é essencial para conquistar um emprego na Pfizer, e não só para trabalhar com pesquisa e desenvolvimento de fármacos. Quem pretende ser contratado em áreas como marketing, vendas e tecnologia, por exemplo, também precisa se motivar pela busca por novas curas.

25. Servier

Número de colaboradores no Brasil: 711

Principais cidades de atuação: Rio de Janeiro, Lagoa da Prata, São Paulo

Competências em alta: produtos farmacêuticos, vendas de produtos farmacêuticos, sistemas operacionais

Áreas com mais contratações no último ano: marketing, vendas, operações

O que você precisa saber: a grande maioria dos gerentes da Servier foi promovida internamente, segundo informações da empresa. Em 2020, a farmacêutica registrou um índice de efetivação de 22% dos estagiários.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: