Ginástica cerebral: 10 aplicativos que prometem potencializar as atividades intelectuais

Jogos e desafios diários permitem treinar a memória, melhorar a concentração e acelerar o raciocínio.

Maria Laura Saraiva
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

A ginástica cerebral é um conceito ligado a neuroplasticidade, a capacidade do cérebro de se modificar conforme os estímulos

Acessibilidade


Não é novidade que quem deseja melhorar o condicionamento físico deve incorporar a prática de exercícios à sua rotina. Mas, quando o assunto passa a ser o desempenho do cérebro, nem sempre fica claro como potencializar as habilidades neurais. Desde a década de 1970, no entanto, o conceito vem sendo estudado por neurologistas na tentativa de encontrar maneiras de incrementar a memória, a concentração e a velocidade de raciocínio, por exemplo.

Apelidada de ginástica cerebral, a prática é baseada na neuroplasticidade, ou seja, na capacidade de o cérebro se modificar conforme os estímulos que recebe. Assim, quanto mais desafiadoras e frequentes forem as conexões entre os neurônios, mais fortalecidas e renovadas ficarão as atividades cognitivas. É o que explica o Dr. Saulo Nader, neurologista do Hospital Albert Einstein. “Tudo é questão de treino. Assim como nossos músculos, que podem ser trabalhados na academia, a cognição pode ser treinada com joguinhos e tarefas que exijam atenção, concentração, controle de inibição de respostas, memória, tomada de decisão, cálculo e estratégia. Quanto mais tirar o cérebro da zona de conforto, melhor. A prática rigorosa ao longo do tempo leva a um aumento do potencial neurológico, fortalecendo a memória e a cognição como um todo”, diz.

LEIA MAIS: 7 aplicativos que prometem definir o futuro do trabalho

Outra boa notícia é que os benefícios podem ser colhidos no curto e no longo prazos. Famosa por “rejuvenescer” o cérebro, a ginástica cerebral não é exclusividade de quem teme os efeitos dos anos e da idade avançada. O Dr. Fernando Gomes, neurocirurgião e coordenador do ambulatório de doenças do envelhecimento no Hospital das Clínicas, explica que pessoas que sofreram algum dano ou trauma recente também podem se beneficiar da técnica, assim como aqueles que desejam apenas prevenir os sintomas de demência ou melhorar o raciocínio para o dia a dia. “Qualquer pessoa, mesmo sem nenhuma doença, pode e deve utilizar essa metodologia para aumentar a performance cerebral, intelectual e cognitiva”, afirma.

Na prática, uma das maneiras mais acessíveis e fáceis de treinar o cérebro é por meio de jogos ou desafios diários no próprio telefone celular. No Brasil, onde a população passa, em média, três horas e 45 minutos por dia em aplicativos, centenas de opções de plataformas que oferecem atividades do tipo já podem ser acessadas. Alguns, como o Fit Brains Trainer e o Lumosity, por exemplo, foram desenvolvidos em universidades norte-americanas com o propósito específico de estimular os circuitos neurais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Exercícios virtuais direcionados para a manutenção da atenção produzem efeitos palpáveis na vida real. Da mesma forma, a memória e a flexibilidade mental aumentam com esses pequenos desafios executados diariamente através de aplicativos especializados em ginástica cerebral. Esse aumento da eficiência do tráfego de informações elétricas nos neurônios, nas células nervosas e nas sinapses [comunicação entre dois ou mais neurônios], garantem um aumento progressivo na performance mental”, completa o Dr. Gomes.

Veja, na galeria abaixo, alguns dos aplicativos – todos em português e disponíveis para Android e iOS – que prometem exercitar a agilidade cerebral:

  • 1. Fit Brains Trainer

    Criado pelo professor de cirurgia neurológica da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, Paul Nussbaum, o aplicativo reúne cerca de 360 jogos que estimulam desde a velocidade de raciocínio até a capacidade de concentração. Divididos em três níveis (iniciante, intermediário e avançado), os exercícios usam um sistema de aprendizagem que se adapta conforme as respostas do usuário. A plataforma também fornece um histórico de progresso e sugestões de treinos para melhorar a experiência e o desempenho do jogador. O app é gratuito para Android e iOS.

    Divulgação
  • 2. Monument Valley

    Com um visual gráfico que chama a atenção, o aplicativo consiste em um quebra-cabeça desafiador que explora todas as dimensões das peças e dos cenários utilizando o conceito de “estruturas impossíveis”, ou seja, figuras que se moldam à percepção do observador. No jogo, o usuário controla um avatar – a princesa Ida – através de labirintos de ilusões de ótica. Treinando a lógica e o sendo de espaço, os desafios vão aumentando conforme a dificuldade da fase. O app está disponível a partir de R$ 12,99.

    Divulgação
  • 3. Memorado – Treine Seu Cérebro

    Oferece uma experiência quase completa de desenvolvimento cognitivo com jogos, desafios e áudios de meditação. São mais de 420 níveis de dificuldades divididos em áreas específicas como memória, concentração, raciocínio lógico, matemática e velocidade. Para começar, o usuário deve responder algumas questões explicando o motivo pelo qual está procurando exercícios mentais. Em seguida, a plataforma seleciona tarefas como cálculos ou memorização de nomes. É possível obter, ainda, uma versão mais personalizada dos treinos ao adquirir a versão premium do app, que é paga. A plataforma básica, entretanto, segue gratuita para Android e iOS.

    Divulgação
  • 4. Lumosity

    Um dos aplicativos mais populares, com mais de 70 milhões de usuários, o Lumosity foi desenvolvido por neurocientistas especialmente para exercitar a flexibilidade da mente dos jogadores. Ao oferecer exercícios diários que podem ser feitos a qualquer momento, a plataforma promete resultados a partir de cinco minutos de treino. O usuário deve começar selecionando um tema genérico combinado com uma abordagem mais específica. Entre eles estão a velocidade (onde o jogador opta por rapidez de aprendizado ou tomada de decisões sob pressão), atenção (que engloba concentração, produtividade ou aumento de precisão), memória (lembrar de nomes ou da localização de objetos), flexibilidade (realizar multitarefas, pensar “fora da caixa” ou evitar erros) e, por fim, resolução de problemas (incluindo cálculos mentais, estimativas e decisões lógicas). O app é gratuito para Android e iOS.

    Divulgação
  • 5. NeuroNation

    Outro aplicativo desenvolvido por cientistas, o NeuroNation consegue melhorar a memória e a velocidade de leitura dos usuários através de exercícios que demandam, em média, apenas 10 minutos do dia. As atividades vão sendo dificultadas à medida que o jogador avança nas tarefas diárias. Também é possível escolher entre os treinos específicos de cada área (concentração, memória e raciocínio, por exemplo) ou ativar o modo aleatório, que mistura os estímulos dos jogos. Além disso, é possível desafiar amigos e ver quem se sai melhor no ranking geral do jogo. O app é gratuito para Android e iOS.

    Divulgação
  • 6. Contre Jour

    Com um visual mais artístico do que os demais, o Contre Jour – “contra luz”, em francês – se propõe a ser um quebra-cabeça interativo, onde o usuário precisa usar a lógica para coletar itens e interagir com o cenário enquanto passa de fase. Através de um jogo de sombra e luz, o jogador controlará o personagem Petit, uma referência ao “O Pequeno Príncipe”, de Antoine De Saint-Exupéry. O objetivo é conquistar três estrelas por fase para desbloquear os níveis seguintes. Ao todo, são cinco capítulos que englobam 100 desafios diferentes. O app está disponível a partir de R$ 3,99

    Divulgação
  • 7. Elevate

    O aplicativo permite que o usuário escolha a área de conhecimento que deseja exercitar, incluindo habilidades matemáticas, memória, velocidade de processamento de informações e concentração. A partir daí, uma quantidade limitada de jogos e tarefas serão disponibilizados diariamente. De acordo com os desenvolvedores, quanto mais frequente o uso da plataforma, mais assertivos e personalizados os jogos se tornam. A Universidade Estadual da Califórnia realizou uma pesquisa em colaboração com a Elevate e descobriu que os usuários do app melhoraram em 69% suas capacidades essenciais na comparação com não usuários durante um período de quatro semanas.. O app é gratuito para Android e iOS.

    Divulgação
  • 8. Little Things Forever

    Outro quebra-cabeça, o Little Things Forever se diferencia pelo estilo e objetivo do jogo. Nele, o usuário deve encontrar todos os objetos espalhados em uma única figura para avançar de nível. Com desenhos complexos e cronômetro, o aplicativo estimula a concentração e a agilidade dos jogadores através da diversão. Ao todo, são mais de 100 peças para serem encontradas nos cenários. O app é gratuito para Android e iOS, e está disponível apenas em inglês.

    Divulgação
  • 9. Peak

    Fruto da parceria entre neurocientistas, acadêmicos, designers de jogos e engenheiros, o aplicativo permite a construção de uma agenda personalizada de treinos de acordo com as necessidades de cada usuário. Com cerca de 35 jogos que exercitam a agilidade mental, foco, memória, linguagem e solução de problemas, o Peak também traz uma análise detalhada do desempenho do jogador ao longo das partidas. . O app é gratuito para Android e iOS.

    Divulgação
  • 10. Happify

    Com uma proposta um pouco diferente dos demais, o Happify usa dos fundamentos da psicologia positiva para turbinar o cérebro por meio do controle do estresse e da ansiedade. Para isso, o aplicativo atua como um “detox”, prometendo afastar os usuários dos pensamentos negativos através de exercícios simples e até de sessões guiadas de meditação. Além disso, no momento do cadastro é possível selecionar seus objetivos, como a melhora da autoconfiança ou o desenvolvimento da carreira. Segundo os desenvolvedores, 86% dos usuários sentiram melhoras após dois meses usando a plataforma. O app é gratuito para Android e iOS, mas possui uma versão plus a partir de US$ 11.67 por mês.

1. Fit Brains Trainer

Criado pelo professor de cirurgia neurológica da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, Paul Nussbaum, o aplicativo reúne cerca de 360 jogos que estimulam desde a velocidade de raciocínio até a capacidade de concentração. Divididos em três níveis (iniciante, intermediário e avançado), os exercícios usam um sistema de aprendizagem que se adapta conforme as respostas do usuário. A plataforma também fornece um histórico de progresso e sugestões de treinos para melhorar a experiência e o desempenho do jogador. O app é gratuito para Android e iOS.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: