Um mini-guia para encontrar propósito na carreira e na vida

A maior parte dos profissionais hoje procurar fazer mudanças no trabalho e viver de forma diferente. Veja as perguntas certas para decidir o que mudar

Kathy Caprino
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Para fazer mudanças que tragam mais satisfação e sensação de sucesso e propósito na carreira, para e repense o que não está dando certo hoje

Acessibilidade


Enquanto eu tinha 20 ou 30 anos e construía minha carreira como gerente, concentrei-me intensamente em alcançar o “sucesso”. Como muitos outros, medi esse sucesso por indicadores comuns, incluindo promoções, recompensas e bônus, impacto, nível de responsabilidade por projetos e equipes – e muito mais. Eu queria experimentar mais sucesso mas, infelizmente, negligenciei o foco no meu nível interior de sucesso. Que poderia ser medido, por exemplo, pelo meu nível de felicidade, por quanto eu era respeitada, recompensada, pelo quanto me sentia segura, saudável e com propósito no que eu realizava.

Leia também: Pós-pandemia: pesquisa mostra que profissionais buscam propósito e novas áreas de atuação

Esse foco no sucesso externo manteve-se até o final dos meus 30 anos, incluindo o nascimento dos meus dois filhos, quando as coisas imediatamente começaram a mudar. Eu sempre quis ser uma profissional e, eventualmente, uma líder, mas ter filhos me fez fazer algumas perguntas poderosas que eu não havia pensado antes:

Esta carreira (que eu lutei tanto para construir) está crescendo positivamente?
O que recebi da minha carreira foi uma compensação suficiente por tudo o que tive que sacrificar?
Finalmente, minha vida profissional acabou se aproximando do que eu tinha tantas esperanças que fosse quando eu estava apenas começando?

A resposta foi um grade “não”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Acontece que essa é uma mudança comum que milhões de pessoas experimentam, principalmente à medida que a meia-idade se aproxima. De repente, pode parecer que nossos valores, objetivos e prioridades começam a mudar, e muitas vezes de forma dramática. O que eu não previ nos meus primeiros anos foi que, com o passar do tempo, tudo pelo que trabalhei tanto profissionalmente começaria a parecer profundamente insatisfatório e até mesmo “errado”.

Agora, 20 anos depois (e após duas transformações de carreira), e trabalhando com muitos líderes e gerentes ao redor do mundo, fica claro que há uma epidemia de insatisfação entre profissionais e líderes, e essa desilusão cresceu nos últimos anos.

Pesquisas recentes indicam que:

85% dos funcionários não estão engajados no local de trabalho
73% estão pensando em deixar seus empregos
Apenas 29% se consideram felizes com suas oportunidades de avanço atuais

Em outubro de 2021, CNBC e a consultoria global de igualdade de gênero Catalyst divulgaram um relatório intitulado “A grande divisão entre trabalho e vida: como o desejo dos funcionários por flexibilidade e a preocupação do empregador estão impulsionando o futuro do trabalho.”

Conduzida pela Harris Poll, a pesquisa com 903 trabalhadores descobriu que metade deles querem fazer uma mudança de carreira, com a principal razão em torno da necessidade e desejo de maior flexibilidade.

Quase um terço dos funcionários que pretendem mudar de carreira por causa da pandemia (32%) dizem que vão procurar outro emprego no mesmo setor, enquanto cerca de 1 em cada 5 (22%) planeja deixar o emprego trabalho atual e iniciar seu próprio negócio.
Em minha própria pesquisa recente focada no que descobri ser as 7 lacunas de poder mais prejudiciais que afetam negativamente 98% das mulheres e 90% dos homens hoje, impedindo-os de alcançar seus objetivos de carreira mais importantes, 76% compartilharam que eles estão enfrentando o que chamo de Lacuna de Poder #6 – Perder de Vista o Seu Sonho de Vida e Carreira.

Os entrevistados relatam sentir que a carreira que têm agora não está funcionando, mas muitos não conseguem descobrir o que mais fazer neste momento (muitas vezes porque estão na meia-idade e relutam em correr o risco de deixar tudo para trás).

Por que tantas pessoas estão se sentindo extremamente insatisfeitas com suas vidas profissionais e com a direção que estão seguindo? Acima e além de querer mais flexibilidade e controle sobre seu tempo, descobri que existem três razões essenciais pelas quais as pessoas anseiam por uma mudança de carreira.

As três principais razões são:

O trabalho geral, resultados e benefícios já não superam o que eles têm que sacrificar e comprometer para se engajar na empresa

A forma como eles estão sendo tratados pelo empregador ou o local de trabalho faz com que eles sintam que não é mais uma situação aceitável

Controle e autoridade sobre sua vida profissional e trabalho tornaram-se primordiais, especialmente diante de uma crise internacional de saúde como a pandemia de Covid-19 que levou milhões de pessoas a enfrentar a inevitabilidade de sua própria mortalidade.

Crises como uma pandemia nos fazem pensar em nossa finitude -, e nossos cérebros não são projetados para isso. Além disso, quando são impostos bloqueios e outras restrições que alteram a maneira como conduzimos nossas vidas e nos conectamos com os outros, lutamos para lidar com essas perdas. E surge um novo senso de urgência: desejamos ter muito mais controle sobre o que estamos fazendo e também queremos mais significado e propósito para tudo isso.

Para ajudá-lo a avaliar os melhores próximos passos e evitar o que chamo de “Efeito Pêndulo” – que é fugir de sua situação atual para embarcar em uma completamente diferente porque você está “quebrado” nesta – siga estes três passos :

# 1: Descubra exatamente o que precisa mudar e o que você quer maisagora
É de vital importância ganhar maior consciência do que precisa mudar para que sua carreira e vida profissional sejam mais satisfatórias e bem-sucedidas.

Uma maneira fácil de explorar isso é pensar sobre o que você mais quer e identificar esses elementos claramente. Em seguida, pense no “porquê” por trás de querer esse elemento (o que você terá quando experimentar mais desse aspecto da vida).
Aqui está uma lista comum de coisas que milhares de profissionais me disseram que querem mais para serem mais felizes e satisfeitos na vida e no trabalho:

Controle sobre o tempo/flexibilidade
Responsabilidade
Respeito/reconhecimento
Bondade/cuidado/empatia
Autoridade/liderança
Trabalho emocionante e significativo
Dinheiro/recompensa financeira
Apoio/conexão
Alegria
Integração trabalho-vida e capacidade de gerenciar com sucesso as prioridades da família e da carreira

Antes de tomar grandes decisões, tenha muito claro o que está funcionando e o que não está. E tente entender se é um problema específico do seu trabalho, da sua empresa, da carreira ou da indústria como um todo.

Uma vez que você tiver mais clareza sobre o que precisa mudar, pesquise e explore novas direções potenciais, mas não salte ainda. Considere estas quatro opções distintas. Você deseja:

#1 – Permanecer em sua função atual, mas alcançar mudanças específicas, com maior sucesso e maiores ganhos
#2 – Encontrar uma função semelhante, mas em uma organização diferente e melhor
#3 – Mudar completamente sua carreira
#4 – Iniciar um negócio

Por exemplo, os problemas que você está enfrentando podem estar relacionados ao seu empregador específico que simplesmente não “entende” ou respeita as dificuldades que seus funcionários estão tendo. Se for esse o caso, vale a pena começar a pensar imediatamente em outras empresas para determinar se você pode conseguir uma função semelhante à que gosta, mas em outra organização que ofereça o que você está procurando.

#3: Entenda que mudar de carreira ou começar seu próprio negócio pode ser o movimento certo, mas pode não ser
Se você quer começar um negócio, por exemplo, sabe exatamente como vai financiá-lo durante a transição? Você preparou seu plano de negócios, marketing e financeiro e entende exatamente o que será necessário para ser bem-sucedido e competitivo em um mercado muito difícil hoje?

Você tem conselheiros a bordo que podem ajudar e você faz parte de uma rede empresarial que pode oferecer orientação e apoio? Você já se encontrou com um consultor financeiro para orientá-lo sobre sua situação financeira atual e potencial futura?
Se você deseja mudar de carreira, pesquisou completamente as possíveis novas direções e sabe se tem a educação, treinamento, habilidades e experiência (e personalidade) que se encaixam bem nessa nova carreira? Se não, qual será o seu plano para descobrir essa informação?

Resolver esses problemas antes de dar um grande salto o ajudará a alcançar as mudanças que deseja e merece. E isso garantirá que você possa construir uma carreira mais frutífera e produtiva em seus termos, alavancando seus grandes talentos e experiências de maneiras que são realmente bem-sucedidas, tanto externa quanto internamente.

Compartilhe esta publicação: