Lionel Messi ganhou, em média, US$ 2,1 milhões por gol marcado

Quality Sport Images/Getty Images
O levantamento mostra uma evolução do craque argentino

Pela primeira vez, Lionel Messi ocupa o topo do ranking dos Atletas Mais Bem Pagos do Mundo da Forbes, com US$ 117 milhões ganhos entre 1º de junho de 2018 e 1º de junho de 2019. Desse total, US$ 92 milhões são provenientes de salários e US$ 35 milhões de patrocínios. O levantamento mostra uma evolução do craque argentino, que na edição anterior ocupou a vice-liderança da lista, com US$ 111 milhões, atrás apenas do boxeador Floyd Mayweather.

LEIA MAIS: 10 atletas mais bem pagos do mundo em 2019

No período de apuração do ranking, Messi fez 36 gols durante a disputa da La Liga, o campeonato espanhol, defendendo a camisa do Barcelona. Na Champions League, a disputa europeia, foram outros 12, além de três na Copa del Rey. Pela seleção argentina, o atacante marcou outros dois gols em amistosos e um único na Copa do Mundo na Rússia. No total, foram 54 gols, que divididos pelos ganhos totais do argentino resultam em cerca de US$ 2,1 milhões por gol marcado.

O português Cristiano Ronaldo, da Juventus, 2º colocado na edição 2019 da lista, com ganhos totais de US$ 109 milhões (US$ 65 milhões em salários e US$ 44 milhões em patrocínios), marcou 35 gols no período de apuração do ranking: Copa do Mundo (4), Liga Italiana (21), Champions League (6), Supertaça Itália (1), UEFA Nations League (3). Com base nesse desempenho, a média de ganhos por gol é de US$ 3,1 milhões.

Neymar, que este ano subiu para a 3ª colocação na lista, contra a 5ª no ano passado, com rendimentos de US$ 105 milhões (US$ 75 milhões em salários e US$ 30 milhões em patrocínios), marcou praticamente a metade dos gols do rival argentino. Foram 28 no total – Liga dos Campeões (5), Ligue 1 (15), Copa da França (2), Taça Liga França (1), amistosos da seleção brasileira (3) e Copa do Mundo (2) –, o que dá ao brasileiro uma média de US$ 3,7 milhões por gol.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).