“Ninguém merece tanto dinheiro”, diz Mark Zuckerberg sobre bilionários

Getty Images/ Samuel Corum
Ontem (3), Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, falou sobre bilionários, desigualdade e criptografia em um livestream

Resumo:

  • Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, teve um áudio vazado no início da semana em que fazia críticas ao governo norte-americano;
  • Ele fez um livestream de perguntas e respostas com os funcionários da rede social ontem (3) e falou sobre vários assuntos;
  • A frase sobre dinheiro veio depois de uma questão sobre a visão do pré-candidato democrata à presidência dos EUA Bernie Sanders de que bilionários não deveriam existir.

Depois de ter um áudio seu vazado nesta semana em que fazia críticas, entre outros, ao governo norte-americano e à senadora democrata Elizabeth Warren, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, falou sobre bilionários, desigualdade e criptografia em um livestream de perguntas e respostas com funcionários da rede social.

VEJA MAIS: Mark Zuckerberg se reúne com Trump em Washington

“Entendi de onde ele vem”, Zuckerberg disse. “Não sei se tenho um limite exato em que quantia de dinheiro alguém deve ter, mas em algum nível, ninguém merece ter tanto dinheiro.” O comentário foi feito depois de uma questão sobre a visão do pré-candidato democrata à presidência dos EUA Bernie Sanders de que bilionários não deveriam existir.

Afastando-se do assunto, ele falou sobre o uso de sua fortuna para investir em pesquisa científica por meio da Chan Zuckerberg Iniciative, a fundação filantrópica de sua família.

“Eu acho que você pode pensar ao mesmo tempo que é injusto que qualquer indivíduo possa ter tanta riqueza, mas ainda assim é melhor para todos que haja certa escolha e competição das ideias que são divulgadas”, disse Zuckerberg sobre fornecer uma alternativa ao financiamento do governo para pesquisa científica.

Frase essencial: “Em algum nível, ninguém merece tanto dinheiro”, disse Zuckerberg sobre seus colegas bilionários. “Acho que se você faz algo bom, é recompensado, mas acho que parte da riqueza que pode ser acumulada é irracional”.

Contexto: As reuniões de Mark Zuckerberg com a equipe são uma tradição de longa data no Facebook. Elas são normalmente privadas, e os detalhes das conversas sobre a direção da rede social e as atualizações de produtos raramente vazavam até esta semana, quando o “The Verge” publicou uma transcrição de uma reunião anterior com Zuckerberg, criticando o plano da senadora Elizabeth Warren de desmembrar a empresa.

As perguntas e respostas de ontem (3) foram transmitidas ao vivo no Facebook em resposta ao vazamento, com Zuckerberg também respondendo questões sobre a decisão da rede social de criptografar seus serviços de mensagens, apesar da crescente oposição dos governos.

Mais cedo ontem, os EUA, o Reino Unido e a Austrália assinaram uma carta aberta ao Facebook pedindo que suspendesse seu plano de criptografar as plataformas de mensagens, porque poderia proteger terroristas e pessoas que exploram crianças.

“Quando estávamos decidindo se a criptografia de ponta a ponta deve ser aplicada aos diferentes aplicativos, essa foi uma das coisas que mais pesou em mim”, disse Zuckerberg.

O Facebook tem outras maneiras de identificar criminosos usando os aplicativos, disse ele, como rastrear padrões de atividades entre contas em diferentes plataformas. O executivo também mencionou a imposição de mais restrições sobre a maneira como os adultos podem interagir com as crianças.

De acordo com a Forbes, Zuckerberg tem um patrimônio de US$ 69,6 bilhões, tornando-o a quarta pessoa mais rica dos EUA.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).