FORBES Start Dia #2: como aprenderemos a trabalhar na era digital?

Divulgação
Uma das palestrantes, Renee Mauldin, é chief people officer do Nubank, uma das startups mais desejadas como empregadora

O crescente senso de urgência para preencher lacunas na capacitação da força de trabalho para que organizações consigam operar na era digital é um dos maiores dilemas a serem endereçados por gestores na atualidade.

Com a introdução de novas funções como resultado da tecnologia, a eliminação de funções desatualizadas, o aumento do escopo de responsabilidade para certas áreas e a remoção das camadas da gestão, o aperfeiçoamento da força de trabalho está entrelaçado ao funcionamento e o sucesso de qualquer organização.

Além de ter a preocupação de atrair e reter pessoas qualificadas, a necessidade do aprendizado contínuo é também uma prioridade para os próprios executivos: segundo o estudo Global Human Capital Trends, da Deloitte, 86% dos 9.400 tomadores de decisão em 119 países se veem pressionados a se atualizarem constantemente em 2019.

O assunto é o tema do segundo dia do FORBES Start, que acontece na terça (26) no Spaces Berrini em São Paulo, das 9h às 12h. O evento reunirá uma seleção de líderes influentes para falar sobre como organizações e indivíduos poderão, ou deverão, se preparar para a nova ordem no mercado de trabalho. O evento é gratuito, e as inscrições estão abertas.

À medida que tarefas repetitivas são assumidas pela tecnologia, empregos tradicionais estão evoluindo para ocupações que desafiam nossas faculdades cognitivas. Esses empregos nos forçam a enfatizar o desenvolvimento de diversas qualidades que nos separam das máquinas, como pensamento criativo e crítico, bem como capacidade de julgamento.

Considerando o cenário de rápida mudança vivido por organizações e essas novas demandas a serem aumentadas ou adquiridas, de quem é a responsabilidade de promover o aprendizado constante? Quais são as condições que empresas devem oferecer para que colaboradores possam se atualizar no ritmo e escopo necessários para a economia digital? Quais são as características culturais de empresas onde o aprendizado é o pilar central do sucesso?

Para responder a estas e outras perguntas sobre como trabalharemos e aprenderemos para aumentar nossa performance profissional, o FORBES Start começa com uma provocação de Daniela Dantas, diretora para a América Latina da WGSN, empresa pioneira na criação de uma biblioteca online de tendências.

Em seguida, haverá apresentações de Renee Mauldin, chief people officer da Nubank; Federico Grosso, general manager para a América Latina da Adobe; Luciana Caletti, vice-presidente para a América Latina na Glassdoor (anteriormente Love Mondays) e Cauê Oliveira, diretor no Great Place To Work.

O debate, seguido de um Q&A com o público, acontece no coworking Spaces Berrini, em São Paulo. Haverá ainda um fireside chat com Daniel Arcoverde, CEO da Netshow.me.

As inscrições para o evento, gratuito e aberto ao público como parte da programação da São Paulo Tech Week (SPTW), As inscrições podem ser feitas online. As apresentações e o debate serão transmitidos ao vivo pelo site da FORBES.

***

O evento final do FORBES Start, na quarta (27), terá apresentações sobre possibilidades em serviços financeiros, com executivos do C6 Bank, Ebanx, Payly e Google e Istituto Europeo di Design.

Neste último dia, haverá também um fireside chat com Gustavo Barreira, CEO da Companhia Brasileira de Cerveja Artesanal, sobre sua experiência protagonizando a mais rápida captação de equity crowdfunding no Brasil, bem como os benefícios do modelo para o desenvolvimento da empresa. O evento está com inscrições abertas.

O evento final da programação do Forbes Hub também inclui uma apresentação de Fernando Godoy, fundador e diretor comercial da Flex Interativa, especializada em soluções de realidade aumentada, que apresentará um conceito inovador de AI e VR e novas parcerias.

A programação do hub FORBES Start, na SPTW, começou hoje (25) com um evento sobre possibilidades que a tecnologia pode trazer para endereçar o problema da segurança alimentar mundial. Houve uma provocação de Oliver Cunningham, sócio-líder de inovação da KPMG, seguida de apresentações de Diego Barreto, CFO do unicórnio brasileiro iFood; Victor Santos, cofundador da startup de comida saudável LivUp; Juliana Glezer, coordenadora de inovação da Nestlé; e Mariana Vasconcelos, CEO e cofundadora da Agrosmart e parte da lista FORBES Under 30 de 2018. Houve também uma apresentação de Diego Figueredo, CEO da Nexo, consultoria de inovação e tecnologia com foco no desenvolvimento de soluções em inteligência artificial para transformação de negócios.

Serviço:

Forbes Start
Quando: de 25 a 27 de novembro
Horários: 9h às 12h
Onde: Spaces Berrini – Rua Irmã Gabriela, 51 – Cidade Monções – São Paulo/SP

5ª São Paulo Tech Week
Quando: de 23 a 29 de novembro
Informações: www.saopaulotechweek.com

Angelica Mari é jornalista especializada em inovação há 18 anos, com uma década de experiência em redações no Reino Unido e Estados Unidos. Colabora em inglês e português para publicações incluindo a FORBES (Estados Unidos e Brasil), BBC, The Guardian e outros.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).