Dólar sobe com noticiário sobre Fed e coronavírus

Manutenção da taxa básica de juros nos EUA e disseminação do coronavírus no mundo nortearam mercado de câmbio.

Forbes Daily, por Luciene Miranda
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Dólar sobe com decisão do Fed e coronavírus

Acessibilidade


O dólar oscilou ao longo do pregão numa demonstração de cautela nos negócios antes da decisão do Federal Reserve sobre a taxa básica de juros nos Estados Unidos.

A taxa, conhecida como “Fed Funds”, foi mantida pela autoridade monetária norte-americana na faixa entre 1,5% a 1,75% ao ano. A manutenção dos juros ficou dentro da expectativa do mercado.

LEIA TAMBÉM: Após oscilar, Ibovespa cai antes de decisão do Fed

Aqui no Brasil, o efeito do anúncio do Fed já perto do fechamento do câmbio foi uma ligeira ampliação da alta da moeda norte-americana em relação ao real. O mercado também monitora atentamente o avanço da propagação do coronavírus pelo mundo.

O dólar fechou, em relação ao real, com alta de 0,59% a R$ 4,219.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“A gente está operando ainda muito em cima do noticiário em relação ao coronavírus. Há uma expectativa muito grande em relação a qualquer manifestação da Organização Mundial da Saúde”, explica Fernando Bergallo, CEO da FB Capital.

Bergallo ainda afirma que a falta de uma fundamentação econômica em relação à disseminação da doença torna análises difíceis e investidores arredios. “Há uma percepção de que a epidemia pode contaminar o mercado de trabalho e, consequentemente, a produção. Então estamos operando na defensiva”.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: