Bolsas têm queda com incertezas sobre coronavírus

Investidores começam semana cautelosos e com receios sobre números oficiais de avanço da doença.

Forbes Daily, por Luciene Miranda
Compartilhe esta publicação:
China Daily via REUTERS
China Daily via REUTERS

Mercados mundiais têm mais um dia de estresse pela propagação do coronavírus

Acessibilidade


Os mercados globais têm hoje (10) mais um dia de pessimismo com a situação da disseminação do coronavírus. A doença já matou mais de 900 pessoas na China, segundo informações oficiais, e o número de infectados passa de 40 mil.

É pelas redes sociais, a partir de vídeos gravados por moradores das cidades chinesas mais atingidas pelo surto, que o mundo passa a ter ideia da dimensão da propagação do novo vírus e do impacto econômico no país asiático.

LEIA TAMBÉM: Ibovespa amplia baixa no fechamento

Lá, a indústria e o setor de serviços voltam a funcionar parcialmente, enquanto as principais empresas de análises do mundo reveem suas projeções para o PIB, Produto Interno Bruto e demais indicadores chineses e, consequentemente, como os países parceiros da China no comércio internacional serão afetados.

O forte impacto na economia brasileira, de acordo com especialistas, já é uma certeza para o primeiro trimestre de 2020.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Na Ásia, os principais índices fecharam em queda, com Nikkei (Japão) em baixa de 0,60% a R$ 23.686 pontos, Kospi (Coreia) com recuo de 0,49% aos 2.201 pontos e Hang Seng (Hong Kong) com menos 0,59% aos 27.241 pontos.

Na China, bolsas descoladas com Shanghai Composite em alta de 0,51% aos 2.890 pontos e Shenzhen com valorização de 1,10% aos 10.728 pontos.

Na Europa, os principais índices do mercado acionário têm queda. Nos Estados Unidos, antes da abertura das bolsas para os negócios à vista, os índices futuros oscilam perto da estabilidade.

No Brasil, a temporada de divulgação de balanços corporativos traz hoje os resultados do Itaú Unibanco e do BB Seguridade.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: