EXCLUSIVO: Alper Consultoria lança plataforma de teleatendimento para usuários de seguro saúde

Divulgação
Divulgação

André de Barros Martins, vice-presidente de benefícios da Alper

A Alper Consultoria em Seguros anuncia hoje (13), durante um evento em São Paulo, o lançamento de uma plataforma healthtech de teleatendimento destinada a prestar o primeiro suporte aos beneficiários dos planos de saúde. O objetivo é oferecer um atendimento de qualidade aos pacientes e, ao mesmo tempo, reduzir a procura pelos prontos-socorros, normalmente a porta de entrada para qualquer tipo de doença.

“A realidade é que hoje, no Brasil, existe uma super utilização desnecessária dos planos de saúde. Esse mau uso acaba gerando custos extras que inviabilizam a oferta de outras vantagens aos segurados”, explica André de Barros Martins, vice-presidente de benefícios da companhia que atua como uma intermediária entre as empresas e os seguros saúde.

Batizada de Dr. Alper, a plataforma funciona por teleconferência, 24 horas por dia, sete dias por semana. O usuário que tiver, por exemplo, sintomas de gripe ou problemas musculares, aciona a ferramenta e é atendido, de qualquer lugar do mundo, por um médico. O profissional avalia as condições com base nas informações do paciente, faz o atendimento primário e, se necessário, encaminha ao especialista. “Assim, a pessoa não precisa ir ao pronto-socorro – o gargalo do sistema de saúde suplementar –, evitando uma exposição desnecessária a riscos e aliviando os atendimentos realmente emergenciais”, diz o executivo, esclarecendo que a iniciativa é inédita entre consultorias de seguros.

Para prestar o serviço – que será oferecido a toda base atendida pela Alper, ou cerca de 450 mil pessoas, de todos os planos e categorias –, a empresa conta com uma equipe multidisciplinar de 500 médicos, de 20 especialidades diferentes. Nos últimos 45 dias, a plataforma funcionou como um projeto piloto para os funcionários e dependentes da própria Alper, cerca de 1.000 pessoas. O resultado observado foi uma redução de 15% nas idas aos prontos-socorros. O executivo ressalta que, por ser um serviço novo, as pessoas ainda não estão acostumadas, mas à medida que as empresas começarem a informar seus funcionários das vantagens do modelo, a tendência é que os benefícios sejam muito maiores, para todos os envolvidos. “As pessoas não são educadas para usar o plano de saúde da maneira como deveriam”, diz.

Em larga escala, a utilização consciente dos recursos médicos tende a reduzir a sinistralidade e, consequentemente, o valor do serviço. “Hoje, a inflação médica é muito alta em razão do excesso de utilização. Com o teleatendimento isso certamente diminuirá.”

Do ponto de vista de negócio, a meta da Alper – que diz que não vai cobrar pela facilidade – é a fidelização de seus clientes, tornando-se referência em soluções diferenciadas. Para isso, a empresa tem investido fortemente em tecnologia. Além da plataforma de teleorientação médica, estão previstas análises preditivas com uma ferramenta completa de business intelligence e a gestão de benefício previdenciário. Em uma segunda fase, a plataforma vai incluir atendimento focado na saúde mental, um dos principais problemas hoje no Brasil e no mundo. Com assistentes sociais, psicólogos e psiquiatras, a ideia é acompanhar de perto casos depressão e burn out, por exemplo. Esse “pacote” tecnológico vai consumir cerca de R$ 5 milhões, parte de uma captação de R$ 80 milhões feita no final do ano passado.

****
Getty Images

Nokia e SoftBank fazem primeiro teste de 5G em carros

O futuro do carro conectado foi demonstrado pela finlandesa Nokia e o mega conglomerado SoftBank em um teste de tecnologia 5G aplicada com sucesso na operação de veículos. O projeto piloto, que as empresas descrevem como o primeiro do tipo, utilizou equipamentos do portfólio 5G da Nokia, enquanto a SoftBank instalou redes 5G adequadas para testes de veículos conectados em um site de pesquisa e desenvolvimento da Honda em Kamikawa-gun, Hokkaido, no Japão.

A Nokia acredita que o 5G será capaz de fornecer a velocidade e a capacidade necessárias para garantir que veículos possam se comunicar e interagir com segurança e eficiência em ruas e estradas. A empresa considera a implantação de redes 5G com maior largura de banda e baixa latência como essenciais para trazer os benefícios da próxima geração de veículos rodoviários, sejam eles conectados, ou totalmente autônomos.

LEIA MAIS: Silenciosamente, Fiat Chrysler prepara carro conectado com marketplace no Brasil

****
Reprodução

Tinder busca aproximar usuários com série interativa

Para usuários do Tinder entediados com as mesmas conversas no aplicativo de paquera, chegou um novo quebra-gelo: a empresa vai trazer para o Brasil o “Swipe Night”, uma minissérie interativa de cinco minutos com tramas pós-apocalípticas que, de certa forma, lembram a série “Black Mirror”, da Netflix.

Ao longo dos episódios, os usuários poderão decidir o acontece com os personagens, e isso impactará a criação de matches (possivelmente através de um mapeamento mais profundo da personalidade dos usuários do aplicativo), ajudando a criar conversas quando os episódios acabarem. O “Swipe Night” vai estrear no Brasil no próximo dia 14 de março em quatro programas, lançados a cada final de semana seguinte.

****
Divulgação

Booking abre inscrições para programa de aceleração por acomodações sustentáveis

O Booking.com abriu ontem (12) as inscrições para o Booking Booster 2020, a 4ª edição de seu programa de aceleração para soluções de viagens mais sustentáveis. A iniciativa tem como objetivo reunir startups, empresas sociais, organizações sem fins lucrativos e hospedagens de todos os tipos para que, juntas, pensem em soluções de acomodações sustentáveis. Os participantes que apresentarem produtos e serviços inovadores, incluindo as próprias acomodações, terão a oportunidade de receber subsídios de um fundo de € 2,6 milhões da plataforma digital de viagem. Mais informações estão disponíveis em https://booster.bookingcares.com/.

****
Divulgação

FOREO pretende crescer 150% no Brasil em 2020

A FOREO, skintech sueca que fabrica equipamentos para beleza e bem-estar – como a Luna (foto), para limpeza facial – revelou que, para este ano, o objetivo é ampliar o portfólio no Brasil, trazendo lançamentos globais para o mercado local, apostar em novos varejistas e na distribuição regional. “A presença em e-commerces relevantes para o mercado de cosméticos vai ser combinada com a entrada da marca em redes locais, como Riachuelo e Venâncio, ainda no primeiro semestre”, explica Bianca Tavares, gerente geral da FOREO no Brasil. “Nossa ideia é expandir o crescimento no país em duas vezes em relação a 2019, ampliando em 50% os investimentos, focando em marketing de influência – nossa principal frente no ano passado –, mas também em ativações para levar a marca para perto dos consumidores.”

****
Divulgação

Abese seleciona startups com soluções inovadoras em segurança eletrônica

A Abese lançou, pelo terceiro ano consecutivo, um programa de seleção de startups do setor de segurança eletrônica, ou a ele relacionadas, para identificar e promover negócios inovadores. As empresas selecionadas participarão da Ilha de Startups na maior feira do segmento da América Latina, a Exposec, que será realizada entre 14 e 16 de abril, no São Paulo Expo. As startups que se inscreverem no programa poderão integrar também as ações do Comitê de Startups da associação, núcleo que promove interações entre empresas, rodadas de negócios, mentorias e outras ações para empresas com esse perfil. As startups interessadas podem saber mais na página https://startup.abese.org.br.

****
Governo britânico investe na aceleração de patentes no Brasil

Ontem (12) o governo do Reino Unido lançou um investimento de cerca de R$ 18,5 milhões no Brasil até março de 2023 com o objetivo de acelerar a criação de propriedade intelectual (PI) no país. Segundo Maria Angélica Garcia, adida de propriedade intelectual do governo britânico no Brasil, a ideia é “apontar soluções visando reduzir o backlog de patentes, aumentar a eficiência do Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e posicioná-lo como referência no sistema de PI global.”

A burocracia no registro de patentes está entre os principais entraves à inovação no país. Em julho do ano passado, o Brasil aderiu a um acordo internacional de registro de patentes, que visa reduzir os custos e os prazos para que empresas instaladas no Brasil registrem suas marcas nas principais economias no mundo. Há também a intenção de reduzir em 80%, no prazo de dois anos, o estoque de 160 mil pedidos de patentes que aguardam avaliação no INPI.

LEIA MAIS: Por que é tão difícil inovar no Brasil?

****
Valentin Russanov/Getty Images

Uber lança código de conduta para motoristas e passageiros

Cantadas e ameaças, bem como racismo e LGBTfobia por parte de usuários da Uber podem estar com os dias contados. A plataforma de mobilidade lançou ontem (12) uma campanha sobre a coragem de reportar comportamentos inapropriados.

Na ação, a empresa apresentou um código de conduta para passageiros e motoristas onde são listadas atitudes inaceitáveis durante o uso do serviço, como encostar em pessoas sem permissão ou fazer piadas referentes à raça ou gênero. A empresa poderá excluir de sua comunidade as contas de pessoas que não respeitem as regras.

****
Mobile World Congress cancelado por medo do coronavírus

A epidemia do coronavírus foi o motivo do cancelamento do Mobile World Congress (MWC), um dos maiores eventos de mobilidade do mundo, que aconteceria em Barcelona entre 24 e 27 de fevereiro.

Anunciado ontem (12), o cancelamento é um balde de água fria para os mais de 100 mil visitantes que planejavam participar. No entanto, a realização se tornou inviável depois que diversos grandes empresas como a Cisco, Nokia, Facebook e Amazon decidiram cancelar as suas participações, com medo de expor os funcionários ao contágio.

Um dos motivos para o cancelamento, ainda que não confirmado, pode ter sido a grande presença de chineses no evento. A Huawei seguia firme com seus planos de participar, bem como outras fabricantes chinesas como a ZTE e Xiaomi, que planejaram estar lá também, mesmo que com uma presença reduzida.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).