Feriado nos EUA deve “esvaziar” negócios

Getty Images
Mercados internacionais operam sem a referência das bolsas nos EUA, pelo feriado do Dia do Presidente

Os negócios de hoje (17) no mercado acionário devem ter volume reduzido sem a referência das bolsas norte-americanas, fechadas pelo feriado de Dia do Presidente nos Estados Unidos.

No entanto, esta semana pré-carnaval promete ser bem agitada na bolsa brasileira pela concentração de companhias com divulgações de balanços de 2019 previstas de segunda a sexta-feira. Os destaques são as bluechips Petrobras e Vale, com resultados aguardados para os dias 19 e 20, respectivamente.

LEIA TAMBÉM: Após recordes, dólar tem 1ª queda semanal do ano

Nas bolsas da Ásia, os índices encerraram com tendências mistas e investidores acompanhando atentamente o avanço do coronavírus na China, em outros países asiáticos e também na Europa.

O índice Nikkei (Japão) encerrou com queda de 0,69% aos 23.523 pontos, o Kospi (Coreia) fechou praticamente estável com queda de 0,06% aos 2.242 pontos e o Hang Seng (Hong Kong) teve alta de 0,52% aos 27.959 pontos.

Na China, o Shanghai Composite subiu 2,28% aos 2.983 pontos e o Shenzhen avançou 2,98% aos 11.241 pontos. Lá, o governo anunciou ontem o corte de taxa de empréstimos de médio prazo para instituições financeiras em 10 pontos, de 3,25% para 3,15%, como medida de estímulo à economia diante do impacto econômico pelo avanço do coronavírus.

Na Europa, os índices operam com altas moderadas.

No noticiário corporativo brasileiro, destaque para o Carrefour após a compra de 30 lojas do Makro fora do estado de São Paulo por de R$ 1,95 bilhão. A meta com a aquisição é aumentar o número de unidades do Atacadão, o segmento de “atacarejo” da rede francesa.

****

Luciene Miranda é jornalista especializada em Economia, Finanças e Negócios com coberturas independentes na B3, NYSE, Nasdaq e CBOT

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).