Com seis títulos de Super Bowl, Tom Brady se despede do New England

GettyImages/ Maddie Meyer / Equipe
Tom Brady anunciou que não vai renovar seu contrato com o New England Patriots para a próxima temporada da NFL

Tom Brady anunciou na manhã de hoje (17) que está deixando o New England Patriots, time que liderou em seis vitórias no Super Bowl. Ele jogou pelo time da cidade de Boston por duas décadas.

Brady ainda não indicou qual será seu próximo passo, afirmando que não sabe “o que o futuro no esporte reserva para mim, mas esse é o momento de começar uma nova etapa de vida e carreira”.

LEIA MAIS: Conheça as duas famílias bilionárias da NFL no Super Bowl LIV

Na semana passada, Brady anunciou o lançamento da 199 Productions, que desenvolverá documentários, filmes e programação de televisão. Ele está em parceria com os diretores de Avengers: Endgame, Joe e Anthony Russo, para produzir Unseen Sports, um documentário de futebol em 3D.

O atleta de 42 anos recebeu US$ 27 milhões na última temporada, número que o coloca na posição nº 81 na lista da Forbes de atletas mais bem pagos do mundo. Ao longo de sua carreira com os Patriots, Tom Brady conquistou 17 títulos da AFC East (a divisão leste da conferência americana), 14 indicações ao Pro Bowl (jogo comemorativo dos melhores jogadores da temporada), três MVPs (prêmio de melhor jogador da temporada regular) e uma porcentagem de vitórias de 77%.

Brady também performou bem fora de campo. Ele recusou a maioria dos acordos de patrocínio, mas ainda conseguia pelo menos US$ 10 milhões anualmente fora de campo nos últimos anos com patrocinadores e licenciamentos. Brady recebeu mais de US$ 100 milhões desde que foi escolhido na sexta rodada do draft em 2000. Seus ganhos totais em mais de duas décadas na Nova Inglaterra foram estimados em US$ 350 milhões, incluindo os US$ 235 milhões que os Patriots lhe pagaram em salários e bônus.

Brady era frequentemente elogiado por receber menos dinheiro em salário para ajudar os Pats a alocar recursos financeiros em outras partes, algo relevante em uma liga onde o teto salarial torna cada dólar precioso. O salário médio em seu último contrato (US$ 23 milhões) ficou em 13º entre os quarterbacks da NFL na última temporada, atrás de Alex Smith, de Washington, e logo à frente de Joe Flacco, de Denver.

Embora ele tenha aceitado esses descontos, os US$ 235 milhões em ganhos de Brady ocupam o segundo lugar entre os atuais jogadores da NFL, com apenas Drew Brees à sua frente com US$ 245 milhões. Os únicos jogadores na história da NFL à frente de Brady e Brees são dois quarterbacks, Eli Manning (US$ 252 milhões) e Peyton Manning (US$ 249 milhões).

Nada foi dito sobre o próximo destino de Brady, mas há rumores de que o Los Angeles Chargers e o Tampa Bay Buccaneers estejam interessados ​​e dispostos a oferecer contratos com média de pelo menos US$ 30 milhões por ano.

LEIA TAMBÉM: Atletas nas redes sociais: quão valiosos são Tom Brady e LeBron James

“Apreciei todas as oportunidades que tive de fazer parte de nossa equipe e amo todos vocês por isso”, Brady afirmou em sua publicação. “Embora minha jornada no futebol aconteça em outros lugares, eu amo tudo o que alcançamos e sou incrivelmente grato por nossas conquistas da equipe.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).