“Eu criei um produto para agradar à favela e ao asfalto”, diz Anitta

Divulgação
Com a ajuda de sua equipe, Anitta tem participação ativa na gestão de sua carreira

Anitta é conhecida, inclusive internacionalmente, por sua carreira como cantora e compositora. Mas ela é muito mais do que isso. Integrante da primeira lista Under 30 da Forbes Brasil em 2014 e uma das Mulheres Mais Poderosas do Brasil na eleição deste ano, a carioca acompanha cada passo da sua carreira. Nada é definido sem que ela saiba. Tudo é discutido na sua frente. Para falar um pouco sobre negócios, empreendedorismo, gerenciamento de carreira e vida durante a pandemia, Anitta conversou com o CEO e publisher da Forbes Brasil, Antonio Camarotti, em uma live realizada na noite de ontem (29).

Anitta mostrou que ninguém, nem ela, consegue simplesmente ignorar a atual crise e sair ileso. Ela contou que, assim que percebeu a gravidade da situação, reuniu sua equipe para adaptar seus planos. E eram muitos: um CD pronto, em inglês e espanhol, que seria lançado simultaneamente à sua participação no Coachella. “No começo, a gente achava que os grandes eventos seriam cancelados, mas que a vida normal não mudaria muito, então fizemos um plano de uma determinada maneira. Depois, vimos que a vida normal também estava mudando, tudo parou, então mudamos mais uma vez. Agora, com o tempo de duração da crise, teremos que seguir em direção a um novo cenário”, contou a artista, que tinha uma série de compromissos internacionais agendados para este ano em função do novo álbum.

LEIA MAIS: 10 dicas de empreendedorismo de Anitta

Essa característica globalizada é outro desafio enfrentado por Anitta neste momento. “Em algumas situações, eu tenho uma opinião e os gringos têm outra. Não que eles sejam desorganizados, mas não estão acostumados com algumas especificidades da cultura brasileira.” A solução? Comunicação. A empreendedora conta que sua equipe participa de reuniões e mais reuniões para fazer ajustes nos direcionamentos originais.

Essas estratégias de adaptação e comunicação estão, ao que tudo indica, funcionando. Alguns compromissos foram transferidos para o ambiente virtual, outros estão sendo remarcados. Sobre rentabilidade financeira, Anitta conta que, graças à valorização da moeda norte-americana, tem conseguido faturar muito mais do que no Brasil.

Nascida em Honório Gurgel, zona norte do Rio de Janeiro, a cantora teve uma infância humilde. Apesar do desejo, desde muito pequena, de ser artista, foi orientada pela família a ter uma outra carreira, mais “tradicional”, para se sustentar. Fez, então, um curso técnico de Administração e chegou a estagiar na mineradora Vale por um ano. Logo depois, no entanto, graças a um vídeo postado no YouTube, assinou um contrato com o selo de funk Furacão 2000. O resto da história já sabemos. “Eu descobri que não é sorte, nem azar. O segredo do sucesso é correr atrás incansavelmente. Não adianta estar no lugar certo, no momento certo, se você não estiver preparado. Não vai dar em nada.”

A gestão da própria carreira fez toda a diferença, desde o primeiro contrato. “Quando rolou o acordo com a Furacão 2000, eu pensei comigo mesmo qual era o produto à venda. Eu olho artisticamente para o meu trabalho, mas também é preciso ver o lado estratégico. Qual é o produto que falta no mercado?”, perguntou-se na época.

Com essa estratégia em mente, Anitta criou o que chama de “personagem”, uma artista versátil e que atende ao público. “Eu tinha que criar algo que servisse tanto para a favela quanto para o ‘asfalto’.”. Assim, construiu um produto de alta demanda, mas sem oferta – basicamente o segredo do sucesso para qualquer negócio. Uma verdadeira startup.

VEJA TAMBÉM: Anitta vira head de inovação de marca de bebida

A cantora acredita que seu maior projeto até hoje foi “CheckMate”, uma série de músicas e clipes lançados um a um, como acontece nos Estados, que solidificou seu plano de internacionalização. Anitta diz que, muitas vezes, as pessoas não percebem todo e empreendedorismo que ocorre por trás de sua música. “As pessoas podem até pensar que determinado lançamento não deu certo, mas, na verdade, ele fez parte de um business, uma estratégia mais ampla para eu chegar onde eu realmente quero.”

Para assistir à entrevista completa de Anitta, confira o vídeo abaixo. Mais conversas ao vivo como essa você encontra no canal da Forbes Brasil no Youtube ou no perfil da Forbes Brasil no Instagram em @ForbesBR.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).