Jack Dorsey promete US$ 1 bilhão para combater o coronavírus

GettyImages/ Phillip Faraone
A quantia prometida por Jack Dorsey é, de longe, a maior doação até o momento

Jack Dorsey planeja doar US$ 1 bilhão para combater o surto de coronavírus, a maior doação já prometida por um indivíduo até agora durante a pandemia.

Dorsey, CEO e cofundador do Twitter e da Square, fará a doação usando US$ 1 bilhão em ações da empresa de serviços financeiros – aproximadamente 30% de seu patrimônio líquido estimado. Enquanto anunciava sua decisão via Twitter, Dorsey disse que os fundos serão transferidos posteriormente para apoiar os esforços para a saúde, educação e renda básica universal das mulheres após a epidemia de Covid-19.

LEIA MAIS: Saiba quais podem ser os próximos passos de Warren Buffett nos negócios

“Eu acredito que elas representam as melhores soluções de longo prazo para os problemas existenciais que o mundo enfrenta. Renda básica universal é uma ótima ideia que precisa de experimentação”, escreveu.

Em um passo incomum em direção à transparência, Dorsey disse que todas as doações serão rastreadas por meio de uma planilha pública do Google. Esse documento mostra que US$ 100.000 foram concedidos até agora ao America’s Food Fund, uma organização fundada por Laurene Powell Jobs e Leonardo DeCaprio.

A promessa de Dorsey é, de longe, a maior doação já feita por uma pessoa. Outros doadores incluem Bill e Melinda Gates, que prometeram US$ 100 milhões, menos de 1% de sua fortuna.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).