Estudo da China alerta para possível novo “vírus pandêmico” em porcos

Jason Lee/Reuters
O estudo ressalta os riscos de os vírus cruzarem a barreira das espécies e contaminarem humanos

Um novo vírus de gripe encontrado em porcos chineses se tornou mais infeccioso para humanos e precisa ser monitorado com atenção devido ao seu potencial para se tornar um “vírus pandêmico“, disse um estudo, mas especialistas disseram que não existe nenhuma ameaça iminente.

Uma equipe de pesquisadores chineses analisou vírus de gripe encontrado em porcos entre 2011 e 2018 e encontrou uma cepa “G4” do H1N1 que tem “todas as características essenciais de um candidato a vírus pandêmico”, de acordo com o estudo publicado no periódico científico norte-americano “Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)”.

LEIA MAIS: Candidata a vacina contra Covid-19 da CanSino é aprovada para uso militar na China

Trabalhadores de criadouros de porcos também apresentaram níveis elevados do vírus no sangue, disseram os autores, acrescentando que “o monitoramento atento em populações humanas, especialmente trabalhadores da indústria de carne suína, deveria ser implantado com urgência”.

O estudo ressalta os riscos de os vírus cruzarem a barreira das espécies e contaminarem humanos, sobretudo em regiões densamente povoadas da China, onde milhões vivem perto de fazendas, criadouros, matadouros e mercados de produtos frescos.

Acredita-se que o novo coronavírus que se alastra pelo mundo se originou no morcego-de-ferradura-pequeno do sudoeste da China e que pode ter passado para humanos em um mercado de frutos do mar da cidade central de Wuhan, onde o vírus foi detectado pela primeira vez.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) analisará o estudo chinês com cuidado, disse seu porta-voz, Christian Lindmeier, em uma coletiva de imprensa em Genebra hoje (30), dizendo que é importante colaborar com descobertas e se manter a par das populações de animais.

“Também ressalta que não podemos baixar a guarda diante da gripe e que precisamos ficar atentos e manter a vigilância mesmo durante a pandemia de coronavírus”, acrescentou.

Ainda hoje, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian, disse em uma coletiva de imprensa diária que seu país está acompanhando os acontecimentos atentamente. “Tomaremos todas as medidas necessárias para evitar a disseminação e o surto de qualquer vírus”, disse.

VEJA TAMBÉM: Gilead fixa preço de potencial remédio contra Covid-19 em US$ 2.340 por paciente nos EUA

O estudo disse que os porcos são considerados “recipientes de mistura” importantes para a geração de vírus pandêmicos de gripe e pediu uma “vigilância sistemática” do problema. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).