Gilead fixa preço de potencial remédio contra Covid-19 em US$ 2.340 por paciente nos EUA

Getty Images
Gilead Sciences definiu o preço do remdesivir, seu candidato a medicamento para Covid-19, a US$ 390 por frasco para os Estados Unidos e países desenvolvidos

A Gilead Sciences definiu o preço do remdesivir, seu candidato a medicamento para Covid-19, a US$ 390 por frasco para os Estados Unidos e governos de outros países desenvolvidos, informou a empresa hoje (29), fixando o preço de um tratamento de cinco dias em US$ 2.340 por paciente.

O preço para empresas privadas de seguros dos EUA será de US$ 520 dólares, disse a empresa, o que equivale a um total de US$ 3.120 por paciente.

VEJA TAMBÉM: Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, e fique por dentro de tudo sobre empreendedorismo

A Gilead firmou um acordo com o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS) dos EUA, no qual o departamento e os Estados irão administrar a alocação do medicamento em hospitais até o final de setembro.

Após esse período, uma vez que o fornecimento esteja menos restrito, o HHS deixará de administrar a alocação, disse a empresa.

O preço do remdesivir tem sido assunto de intenso debate desde que a FDA dos EUA, que controla medicamentos e alimentos, aprovou seu uso de emergência em pacientes de Covid-19 em maio.

Especialistas sugeriram que a Gilead precisaria evitar criar uma aparência de que está tirando proveito de uma crise de saúde para obter lucros.

Analistas de Wall Street disseram que o medicamento antiviral pode gerar bilhões de dólares em receita nos próximos dois anos se a pandemia continuar. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).