Escapadas de Nova York

Estado de NY tem museus a céu aberto e cidade históricas com construções vitorianas, antiquários e lojas de mobiliário.

Rafael Azzi
Compartilhe esta publicação:
Wendy Stone/Corbis/Getty Images
Wendy Stone/Corbis/Getty Images

Obra de arte no parque de esculturas Storm King, que fica a cerca de uma hora de Manhattan

Acessibilidade


Todos os dias aparecem programas novos para se fazer em Manhattan, é quase impossível acompanhar o ritmo acelerado de como as coisas acontecem por aqui. Agora, com tudo voltando ao normal de vez, NY is on fire! E é justamente por isso, que pelo menos uma vez por mês, me dou de presente uma saída de NY, o que ajuda a quebrar a intensidade de Manhattan e explorar outros lugares incríveis.

O que muita gente não sabe é que o Estado de NY guarda lugares maravilhosos, muito além dos turísticos, sejam museus a céu aberto, cidade históricas com construções vitorianas que datam do começo do 1800 – e estão conservadíssimas –, passando por uma rua cheia de antiquários e lojas de mobiliário… Impossível sair sem comprar uma cadeira.

LEIA TAMBÉM: Nova York não para

Entre os meus últimos passeios, que já se tornaram prediletos, estão:

Hudson: uma cidade que fica a 150 quilômetros de NY é uma joia à beira do Hudson River. Um mix de emoções. A rua principal, que deve ter por volta de 20 quarteirões, tem um antiquário e loja de móveis vintages atrás do outro. Precisa de um dia inteiro para entrar em tudo, ou, passar a noite em um dos charmosos hotéis que tem por lá – o que eu mais gosto é o The Maker Hotel. Além disso, a cidade conta com casarões do século 18, totalmente restaurados, que deixam qualquer um impressionado. Maravilhoso! Para chegar lá: um trem que sai da Penn Station e chega no meio da cidade em uma hora e meia.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Storm King: um parque de esculturas, fundado nos anos 60 no meio do Hudson Valley – ou, também chamado de Upstate NY. Fica um pouco mais de uma hora de carro de Manhattan. Lá você vai encontrar obras de arte feitas especificamente para o museu assinadas por nomes como Alexander Calder, Maya Lin, Louise Bourgeois e vários outros. O melhor jeito de chegar é de carro, a estrada é linda, principalmente agora no outono. Ótima opção para um dia fora da cidade.

Dia Beacon: ocupando uma antiga fábrica da Nabisco, ele abriu as portas nos anos 1970, com o objetivo de ajudar artistas que não conseguiam expor suas obras por conta do tamanho das obras. Tendo isso em mente, não preciso nem dizer que tudo lá é enorme – tanto de tamanho como de importância. De Andy Warhol a Richard Serra, passando por Donald Judd e Dan Flavin. Com um pouco mais de uma hora de trem de NY e 10 minutos de caminhada da estação, você chega a um espaço de tirar o fôlego. Depois do museu, caminhe até a cidade que se chama Beacon. Uma típica cidade do Estado de NY, com várias lojinhas e restaurantes gostosos para experimentar. Até breve!

Rafael Azzi é publicitário formado pela FAAP. Fundador da Agência de Relações Públicas e Business Development AZZI+CO, com sede em Nova York e escritório em São Paulo, onde passa parte de seu tempo. Especialista no mercado de luxo, atualmente cursa Masters em Liderança Criativa na Berlin School of Creative Leadership, em Berlim, e faz parte dos boards da BRAZIL FOUNDATION e IPTI, organizações que levantam fundos nos Estados Unidos e ajudam entidades filantrópicas no Brasil.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: