Celina Locks, modelo, influenciadora digital e empresária: “o caos no meu começo de carreira me fez a mulher que sou hoje”

Ela lançou um perfume para cabelos, primeiro produto de sua linha de cosméticos, e vai assumir a presidência da Fundação Fenômenos.

Donata Meirelles
Compartilhe esta publicação:
Divulgação
Divulgação

Celina Locks acaba de lançar um perfume para cabelos

Acessibilidade


Celina Locks chegou esta semana em São Paulo e marcou presença na festa de lançamento da Forbes Life Fashion – nossa revista de moda, lifestyle, cultura e diversidade – ao lado do companheiro Ronaldo, o Fenômeno. Porém, o real motivo da viagem da modelo, influencer e empresária – que vive na Espanha – é apresentar seu bebê para o Brasil.

Calma, o casal não recebeu a visita da cegonha. Celina acha graça e explica, bem humorada: “Meu bebê, na verdade, é o produto que lancei. Um perfume para cabelos chamado Gloah”, conta. E lembra que as notícias que circularam de que ela estaria esperando um filho eram apenas uma estratégia de marketing para sua estreia no mundo dos negócios. “Sabe aquela expectativa que se tem com toda a mulher, que ela vai casa e logo ter filhos para se realizar? Então, eu quis divulgar meu trabalho como o meu bebê. Mostrando que toda mulher pode realizar muitas outras coisas. É uma questão de empoderamento”, afirma. Aliás, o nome Gloah – que vem do mix Gloire (“glória”, em francês) com Glow (“brilho”, em inglês) – soa como puro poder.

O produto – que já está à venda no site Celina Locks Beauty – será oficialmente lançado no país na segunda semana de dezembro, com exclusividade nas lojas Riachuelo. “Escolhemos a Riachuelo por ser uma marca tradicional brasileira, estar presente em todo o território nacional e atingir um grande público. Faço questão de oferecer às brasileiras um produto de alta qualidade”, garante a empresária.

LEIA TAMBÉM: Luedji Luna, cantora e compositora: “A MPB vive um momento histórico de mudança”

Afinal, não se trata apenas de um hair parfum, mas de um produto com propriedades de cuidado e tratamento – hidratação, brilho e força desenvolvido em Grasse, na França, o centro internacional da perfumaria, unindo ingredientes franceses e brasileiros. Um trabalho que consumiu quase dois anos entre criação, formulação, certificação e o consumidor final.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O parfum é apenas o primeiro produto de uma linha que Celina pretende lançar aos poucos. “Minha preocupação é que tudo seja natural, vegano, cruelty free e sustentável”, avisa. Além disso, a fragrância foi desenvolvida por Jean-Christophe Herault, um dos mais prestigiados perfumistas do mundo, que assinou trabalhos para marcas como Dolce & Gabbana, Balenciaga e Comme des Garçons.

Paralelamente ao lançamento beauty, Celina está assumindo a presidência da Fundação Fenômenos, criada por Ronaldo em 2010 e voltada para iniciativas e ações sociais em todo o Brasil. “Não há como olhar para o mundo hoje se não for com foco nas pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica”, resume. E conclui decidida: “Sei que tenho muito trabalho pela frente”.

A seguir, trechos da conversa com Celina Locks, entre um e outro compromisso de sua concorrida agenda:

Vide bula
“O mundo da beleza, das marcas mais tradicionais até as naturais e orgânicas, sempre me fascinou. Como minha pele é muito sensível, me acostumei a ler rótulos para conhecer os ingredientes e saber se é um produto sustentável. O Gloah nasceu dessa curiosidade e da necessidade das mulheres estarem sempre perfumadas.”

Primeira da classe
“Eu quis trabalhar com o melhor laboratório cosmético do mundo e consultei uma amiga que trabalha no setor, na França. Ela logo me avisou que era difícil chegar nessas empresas. Mas, como sempre fui corajosa e persistente, marquei uma hora com o laboratório onde trabalham os 12 perfumistas mais premiados do mundo. Apresentei minha ideia e, resumindo, todos se interessaram.”

Oscar sustentável
“A gestação do ‘meu bebê’ demorou um ano e nove meses. Foram precisos muitos testes porque trata-se do primeiro hair parfum feito com óleo vegetal em vez de óleo essencial. Ele é extraído da semente de um fruto da Amazônia que é apanhado no solo depois de cair da árvore. Essa planta também tem a capacidade de recuperar o solo que já foi desmatado, auxiliando na recuperação da floresta. Estamos concorrendo ao Oscar 2022 da perfumaria na categoria Inovação de Mercado.”

Na passarela da vida
“Na adolescência eu não queria ser modelo. Preferia a escola, a olimpíada de matemática e o jogo de handebol. Só me interessei pela profissão quando fiquei em terceiro lugar num concurso e fui fazer São Paulo Fashion Week e Fashion Rio. Logo me mandaram para desfilar em Paris. Foi um caos, porque eu não sabia falar língua nenhuma. Até eu me tornar modelo de cabine na Saint Laurent, quando o diretor criativo era o Stefano Pilati, que teve a maior paciência comigo e me ensinou muita coisa, além de inglês e francês. Sem dúvida, foi esse caos no começo da carreira que me fez a mulher que sou hoje. Eu digo que a minha maior escola foi a vida.”

Negócios em família
“Ronaldo é um gênio. Não é à toa que o chamam de ‘fenômeno’. Ele enxerga o mundo dos negócios como ninguém, entende toda a engrenagem. Está à vontade nesse mundo e tudo em que ele investe dá certo. Por exemplo, ele conhece extremamente bem o setor de games. Conversamos muito sobre negócios, pergunto a opinião dele e ele brinca: ‘Olha, a minha hora é cara’. Agora vou começar a responder: ‘A minha também’.”

Círculo virtuoso
“Estou envolvida em ações sociais desde a adolescência, quando participava de grupos de jovens. Então, fico muito honrada e agradecida em assumir a presidência da Fundação Fenômenos. Vou poder fazer mais do que já vinha fazendo como embaixadora da entidade. São dois guarda-chuvas: o fundo, onde apoiamos com aporte financeiro iniciativas sociais nas áreas de sustentabilidade, educação, cultura, saúde e igualdade de gêneros. E a Fenômenos Academy, uma mentoria de gestão e liderança, através de tutores especializados.

Um de nossos projetos, o Instituto Favela da Paz – no Jardim Nakamura, em São Paulo – foi destaque na COP26 como uma das construções mais sustentáveis do mundo. E agora teremos o torneio de tênis Galáticos Open, entre 12 e 19 de dezembro. Uma coisa que era do Ronaldo que eu peguei para captar recursos para a Fundação. O torneio é disputado por jogadores de futebol e celebridades e acontecia lá em casa e agora faz parte da nossa agenda anual. Toda a renda de patrocínio e eventos será revertida para a Fundação. A transmissão em streaming será pela Ronaldo TV. Enfim, são sementes que temos que plantar e cuidar todos os dias. Para florescer bonito, como acontece nos campos de lavanda em Grasse.”

Com Mario Mendes

Donata Meirelles é consultora de estilo e atua há 30 anos no mundo da moda e do lifestyle.

Os artigos assinados são de responsabilidade exclusiva dos autores e não refletem, necessariamente, a opinião de Forbes Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: